Castelo Branco: Um fim-de-semana bordado a cultura, sabor e natureza

Castelo Branco: Um fim-de-semana bordado a cultura, sabor e natureza

Um fim-de-semana traduzido numa experiência única, onde a cultura é enriquecida, onde o paladar é posto à prova e a natureza enche a alma.

Castelo Branco é sinónimo de luz, de património e tradições enraizadas, é rica em cultura, sabor e natureza e visitá-la é deixar-se transportar para uma atmosfera singular, com características próprias do interior de Portugal.

O famoso Jardim do Paço Episcopal, classificado como Monumento Nacional, é considerado um dos exemplos mais originais do Barroco em Portugal e um ponto de visita obrigatória. Mandado construir pelo Bispo da Guarda, D. João de Mendonça, no século XVIII, o jardim é considerado como uma evocação do Paraíso na Terra e encontra-se dividido por quatro distintas áreas – a entrada, o patamar do buxo, o Jardim Alagado e o Plano Superior – e é um dos mais emblemáticos espaços da cidade.

O Bordado de Castelo Branco é um dos elementos mais distintivos da cidade e da sua arte. Terra onde a cultura do linho era tradicional e onde a Amoreira, que permitia a criação do Bicho-da-seda, crescia, crê-se que o século XVIII tenha sido um período próspero na confeção do bordado. Assim, é pelo Museu da Seda que a Rota do Bordado se inicia, desenrolando-se depois pelo Centro de Interpretação do Bordado de Castelo Branco e chegando, por fim, ao Museu Francisco Tavares Proença Júnior, um dos mais emblemáticos museus da cidade, onde vários trajes e colchas antigas – a expressão máxima do bordado de Castelo Branco – podem ser apreciados.

Mas em terras beirãs o paladar também é posto à prova e sai enriquecido por sabores tradicionais da região e de caráter único que ainda cruzam, nalguns casos, antigas técnicas artesanais. Se visitar Castelo Branco entre 29 de maio e 7 de junho os sabores da região estarão reunidos nos Sabores de Perdição, o maior certame da região, que lhe permitirá saborear e comprovar a qualidade reconhecida dos queijos com sabor, dos enchidos com tradição, do delicioso mel, do vinho intenso e do azeite único e ainda assistir a concertos memoráveis.

Com uma natureza de inestimável valor paisagístico um fim-de-semana em Castelo Branco só fica completo com uma visita à Serra da Gardunha. Aqui é possível descobrir panorâmicas incríveis, monumentos geológicos e piscinas naturais de águas cristalinas separadas por belas quedas de água. Com percursos de BTT, passeios pedestres e trails, poderá ainda vislumbrar a Gardunha do alto dos céus participando em voos de Asa Delta, Paramotor e Parapente.

Castelo Branco, Bordada a Cultura, Sabor e Natureza, com Tradição para Dar e Receber.