Coimbra: Região Europeia da Gastronomia 2021

Coimbra: Região Europeia da Gastronomia 2021

Saborear Coimbra é o convite que a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra lhe deixa agora que recebeu o título de Região Europeia da Gastronomia 2021.

Lampreia

Este ano não tem desculpas para não visitar a Região de Coimbra, numa viagem pela sua gastronomia que conta a história desta terra e das suas gentes, do mar à serra, do urbano ao rural. Todos os anos, o Instituto Internacional de Gastronomia, Cultura, Artes e Turismo (IGCAT) atribui a denominação de Região Europeia da Gastronomia a duas regiões distintas, reconhecendo a inovação e interligação da gastronomia com a cultura, o turismo e a economia. Este ano, na sequência da candidatura promovida pela CIM Região de Coimbra, Coimbra mereceu esta distinção que lhe veio dar mais visibilidade, permitindo afirmar-se como uma região de visita obrigatória.

São muitos, e para todos os gostos, os atrativos gastronómicos que esta região oferece: da Chanfana à Lampantana, passando pelo Cabrito e o Leitão, experimentando a Lampreia, o Pescado da Arte Xávega ou a Sardinha da Figueira da Foz, e não esquecendo o Arroz do Baixo Mondego, os Queijos DOP – Rabaçal e Serra da Estrela ou a doçaria

conventual, entre muitas outras iguarias de “fazer crescer água na boca”. Um vasto património que tem agora a “desculpa” ideal para conhecer, mergulhando num território de uma enorme diversidade natural e paisagística.

Sob o mote “A Million Food Stories” (o que traduzido significa um milhão de estórias gastronómicas) o visitante é transportado às culturas grega e romana do Mediterrâneo Antigo, que nos deixaram de herança alguns alimentos tão portugueses como o pão, o azeite e o vinho, mas também o gosto pelo consumo de peixe fresco.

Pastel de Tentugal

São 19 municípios, repletos de segredos à espera de ser revelados. Mosteiros e universidades levam-nos ao imaginário medieval, mas há outros lugares fantásticos a descobrir como o Palace Hotel do Bussaco, um castelo de conto de fadas em plena floresta encantada, ou as Pistas dos Dinossauros, do período jurássico, na Figueira da Foz. Impossível ficar indiferente às praias de Mira ou da Tocha, à memorável Arte Xávega, ou à Mãe Natureza no seu esplendor em caminhadas pela Serra da Lousã, do Açor, da Boa Viagem, da Pampilhosa ou do Bussaco. Motivos não faltam para querer perder-se pela Região de Coimbra, onde a gastronomia se apresenta como elemento agregador que nos leva ao âmago da alma de um povo e das suas tradições.

Recentemente, e para a singularidade da região chegue mais longe, nasceu o Taste Coimbra Region, um novo portal online que pretende promover os produtos endógenos, de uma forma integrada e criativa. O site foi criado na sequência da distinção como Região Europeia da Gastronomia 2021 e veio reforçar ainda mais a gastronomia deste território. Aqui os visitantes podem ter também acesso aos vários eventos em destaque na Região de Coimbra, sempre caracterizada por uma enorme mostra a nível de feiras, food weeks e festivais gastronómicos dedicados a produtos específicos de cada município. Mas podem ainda ficar a par de outras experiências como provas de vinhos e visitas a adegas, museus e outros espaços que nos dão conta da riqueza desta região e do muito que fica sempre por ver e fazer a cada visita.

Este artigo foi publicado na edição 334 da Ambitur.