Condé Nast Johansens vai lançar primeiro guia mundial unificado de hotéis de luxo

Condé Nast Johansens vai lançar primeiro guia mundial unificado de hotéis de luxo

Categoria Alojamento, Business

A Condé Nast Johansens anunciou, durante a última reunião com hoteleiros em Lisboa no mês de abril, que estão a preparar a publicação do primeira guia mundial unificado de hotéis de luxo para final deste ano. O guia será a primeira publicação do mercado a incluir recomendações de hotéis de todo o mundo inspecionados pelos Local Experts da Condé Nast Johansens.

Até à presente data, a Condé Nast Johansens publica anualmente três guias em papel: Luxury Hotels, Spas & Venues – UK, Europe & The Mediterranean, Condé Nast Johansens: Luxury Hotels, Spas & Venues – The Americas & Caribbean e Condé Nast Johansens: Luxury Spas. Também publica online o guia de Luxury Venues. No website www.condenastjohansens.com, os utilizadores da Condé Nast Johansens têm acesso a todas as propriedades dos guias mais uma ampla seleção de estabelecimentos de luxo adicionais.

No último trimestre de 2019, a Condé Nast Johansens lançará o seu primeiro guia mundial de hotéis, que unificará numa só publicação os estabelecimentos e destinos de luxo dos guias atuais. Os utilizadores da Condé Nast Johansens desfrutarão de umas 300 recomendações, com um formato similar ao atual em todas as zonas do mundo: Europa, América do Norte, América do Sul, Caraíbas, América Central, África e Oceano Índico, Ásia e Oceania.

“Nos últimos anos a Condé Nast Johansens foi adaptando-se e evoluindo para satisfazer os requisitos do viajante de luxo. Agora, mais que nunca, damos mais um passo com a preparação do lançamento do que será o primeiro guia global do mercado a recomendar estabelecimentos e viagens de luxo inspecionados anualmente pelos nossos Local Experts. Graças ao seu constante trabalho, os usuários das nossas publicações interativas têm e vão terem acesso aos mais seletos hotéis e destinos turísticos em todo o mundo”, comenta Charlotte Evans, diretora do grupo Editorial da Condé Nast Johansens.