Conrad Algarve:  “Vamos oferecer o mesmo serviço genuíno e acolhedor pelo qual somos conhecidos”

Conrad Algarve: “Vamos oferecer o mesmo serviço genuíno e acolhedor pelo qual somos conhecidos”

Categoria Alojamento, Business

Depois de alguns meses de portas fechadas, são já vários os hotéis que começam a reabrir para um “novo” verão. Ambitur.pt está a falar com algumas dessas unidades, que nos contam quais as expectativas que têm para os próximos meses e como está a ser feita esta abertura.

No Conrad Algarve, situado ao lado do Parque Natural da Ria Formosa, as portas abriram na passada sexta-feira, dia 5 de junho. Katharina Schlaipfer, diretora geral desta unidade hoteleira, assegura que já há “bastantes reservas confirmadas”, especialmente para esta semana dos feriados nacionais. Embora o mercado nacional seja, neste momento, o principal emissor, a responsável garante que também já tem reservas dos mercados inglês e alemão.

Reconhecendo que, num ano “normal já estaríamos com lotação quase máxima para julho e agosto”, neste momento, Katharina Schlaipfer mostra-se no entanto otimista e diz que “as notícias positivas e a boa imagem de Portugal reforçam a confiança dos nossos clientes para viajarem para o nosso país”. E adianta: “Temos bastantes clientes europeus que já teriam por esta altura marcado as suas férias para diferentes destinos mas que neste momento preferem não viajar para tão longe mas que gostariam de visitar Portugal”. Outro mercado do qual já tem muitas reservas para este verão é o Reino Unido, sendo que os clientes “não as pretendem cancelar e continuam convictos em passarem as suas férias no Conrad Algarve”, frisa.

A responsável esclarece que os clientes não têm tido quaisquer dúvidas relativamente às regras com as quais se irão deparar na sua estadia. “Eles sabem que nós, na Hilton Worldwide, temos o nosso próprio programa Hilton CleanStayTM e que estamos totalmente em cumprimento com o selo Clean & Safe”, assegura Katharina Schlaipfer. Além disso, a unidade implentou o controlo de temperatura de todos os membros da equipa na sua chegada ao hotel, “o que proporciona uma grande segurança à equipa e aos nossos clientes”. Agora, a principal preocupação evidenciada é o facto de os hotéis não estarem, atualmente, a oferecer serviços além do alojamento.

Mas a diretora geral do Conrad Algarve sublinha que “vamos oferecer exatamente o mesmo serviço genuíno e acolhedor pelo qual somos conhecidos”. É óbvio que a máscara é um obstáculo mas “tentamos esquecer-nos que a estamos a usar e teremos a mesma atitude que tínhamos antes”, garante, acrescentando estar “muito orgulhosa da forma como a minha equipa está a lidar com o nova realidade”.

É certo que existe agora um desafio ao qual não é possível escapar: “No Algarve sempre tomámos como certo que estaríamos cheios durante os meses de verão e agora temos que nos adaptar a uma ocupação que se altera de forma muito rápida e de forma imprevisível”.