Conselheiro Ambitur: “A melhor gestão sem negócio é apenas a de atenuar o prejuízo”

Conselheiro Ambitur: “A melhor gestão sem negócio é apenas a de atenuar o prejuízo”

Numa altura em que o país começa a abrir gradualmente algumas atividades, Ambitur.pt quis saber junto de alguns dos Conselheiros Ambitur se já veem a “luz ao fundo do túnel” para a retoma turística. Jorge Rebelo de Almeida, CEO da Vila Galé, partilha connosco a sua visão.

Já se vê uma “luz ao fundo do túnel” para a retoma turística (nacional e mundial)?
Eu acredito convictamente que há uma luz ao fundo do túnel, mas a visão dela é ainda muito difusa e longínqua!

Quais os fatores chave para uma aceleração?
A única solução para acelerar é regressar à vida em força, trabalhar muito e manter todas as precauções recomendadas (máscaras, etc, etc), vencer o vírus.

Que novos fatores já impactam/ou vão impactar a gestão?
Nestas circunstâncias a ausência total de receitas é um cenário que não se imaginava e impossível de superar.

A melhor gestão sem negócio é apenas a de atenuar o prejuízo.

Mas é fundamental continuar a “fazer coisas” positivas que funcionem como terapia e exercício para a retoma.