Conselheiro Ambitur: “Esta é uma oportunidade para reequacionar todos os procedimentos”

Conselheiro Ambitur: “Esta é uma oportunidade para reequacionar todos os procedimentos”

A Ambitur.pt desafiou 10 responsáveis turísticos a darem-nos o seu contributo relativamente a três questões que influenciam, hoje, o dia-a-dia de um gestor.

De que forma pode uma crise tornar-se uma realidade; é possível neste contexto pensar-se o amanhã; e o que é que os gestores turísticos nunca podem esquecer são os tópicos abordados neste primeiro contributo por Jorge Rebelo de Almeida, CEO da Vila Galé, um dos 10 “Conselheiros Ambitur”.

 

De que forma pode uma crise tornar-se oportunidade?

“É uma oportunidade para reequacionar todos os procedimentos e tentar melhorar as performances de todas as atividades, reduzindo custos, concentrando as energias no humanismo, reconhecendo as nossas fragilidades e tentando melhorar as nossas capacidades”.

Podemos neste contexto pensar o amanhã?

“Claro que sim! Vamos atravessar um período muito difícil, em que o pior ainda não chegou. Mas vai haver um amanhã, mais rápido ou mais longínquo em função do nosso comportamento cívico e da resposta mais ou menos eficaz ao problema de saúde pública. É agora hora de pensar qual o amanhã que desejamos: mais justo e solidário; com defesa dos valores éticos; com salvaguarda dos valores ambientais; com reforço do S.N.S.; com valorização do mérito”.

O que os gestores turísticos não devem esquecer?

“Os turísticos e todos não devem esquecer que o nosso país é maravilhoso, com muita gente boa, solidária e coesa e que pode vir a ter um futuro risonho se tirarmos da agenda o egoísmo, a ganância, a inveja e apostarmos no nosso desenvolvimento”.