Covid-19: hotelaria e fornecedores de utilities e telecomunicações unem-se para receber profissionais de saúde

Covid-19: hotelaria e fornecedores de utilities e telecomunicações unem-se para receber profissionais de saúde

Categoria Advisor, Associativismo

A AHP – Associação da Hotelaria de Portugal e as principais empresas fornecedoras de utilities e telecomunicações nacionais unem-se num compromisso assumido pelos respetivos CEOs e presidentes.

Porque à AHP têm chegado muitos pedidos de ajuda para acolher profissionais de saúde que estão na linha da frente no combate à COVID-19, foi montada uma iniciativa assente na disponibilidade dos associados da AHP para reabrir os seus hotéis e receber estes profissionais que estão deslocados ou que não podem ficar nas suas casas para não colocar em risco as suas famílias, sem que lhes seja cobrado qualquer valor. Para viabilizar a adesão dos seus associados a esta iniciativa, a AHP abordou as principais empresas fornecedoras de utilities e telecomunicações para que aos hotéis, durante o período da estadia dos profissionais de saúde, não lhes sejam cobrados esses serviços, nas condições definidas com cada fornecedor.

Da iniciativa fazem parte, até ao momento, a Altice Portugal, a EDP, a ENDESA, a EPAL, a GALP, a NOS e a Vodafone, mas a AHP quer envolver outras empresas fornecedoras destes serviços.

Cristina Siza Vieira, CEO da AHP, sublinha que “como sabemos, neste momento tão difícil para as empresas hoteleiras é-lhes impossível suportarem sozinhas os elevados custos inerentes à operação, mesmo que parcial, dos hotéis, que já se encontram encerrados por quebra total de atividade. Contactámos então os CEOs ou Presidentes das principais empresas de utilities e telecomunicações, que imediatamente se disponibilizaram para que, durante o tempo em que os profissionais de saúde estiverem alojados nos hotéis aderentes a esta iniciativa, lhes sejam fornecidos esses serviços gratuitamente. Apesar do período muito difícil que atravessamos, é muito gratificante ver a resposta imediata dos nossos associados e dos parceiros, juntos não só nos bons ciclos, mas também na adversidade.”

Alexandre Fonseca, presidente executivo da Altice Portugal, sublinha: “Proximidade, Responsabilidade Social, Tecnologia e Inovação são dos principais pilares estratégicos da Altice Portugal. Numa altura particularmente difícil para o País, e na qual a presença e solidariedade é vital para ultrapassar a crise que estamos a enfrentar, a Altice Portugal não pode deixar de se associar a esta iniciativa demonstrativa de uma útil e nobre atitude de cooperação para com aqueles que tão grande sentimento de altruísmo, prontidão e de responsabilidade têm vindo a demonstrar para com o País e os Portugueses. A par desta iniciativa, a Altice Portugal encontra-se ativa em várias frentes da batalha, contribuindo, de forma pronta e contínua, no reforço das suas redes para as famílias, empresas e infraestruturas temporárias de acolhimento e tratamento de pessoas, bem como no apoio a médicos e enfermeiros, doentes, lares, hospitais e a iniciativas de voluntários de apoio a grupos de risco com a oferta de equipamentos de comunicação, tablets, sistemas de videoconferência, serviços de atendimento, tecnologia, redes e infraestruturas, fulcrais para que todos se mantenham próximos, ligados e unidos.”

António Mexia, presidente executivo da EDP, salienta que “vivemos um momento crítico excecional, que exige responsabilidade e urgência. O grupo EDP está desde o primeiro dia ao lado dos portugueses a mobilizar as suas equipas e os seus recursos para apoiar todos e, sobretudo, quem está na linha da frente do combate a esta terrível pandemia. Por isso a EDP Comercial está em contacto com os hotéis seus clientes, desde o primeiro momento, para assegurar o fornecimento gratuito de energia aos hotéis que, em cooperação com os hospitais, alojam estes profissionais de saúde que estão diretamente envolvidos nessa missão de prevenir e cuidar dos portugueses. É mais um contributo que damos, juntamente com as várias ofertas de material e equipamento médico, que temos entregue ao Ministério da Saúde, na tentativa de responder às necessidades mais urgentes do nosso sistema de saúde e dos seus profissionais.”

Para Nuno Ribeiro da Silva, presidente da ENDESA Portugal, “nesta situação crítica de emergência sanitária, a palavra chave é solidariedade. Estamos ao lado dos hotéis que oferecem o serviço à Sanidade Pública, nestes momentos críticos. Faz parte da responsabilidade social da Endesa, apoiar o pessoal sanitário e os Hotéis hospitalizados da AHP.”

José Sardinha, Presidente da EPAL, declara que “A EPAL associa-se, mais uma vez, à AHP, desta vez numa iniciativa de apoio aos profissionais de saúde, numa altura em que todas as suas forças se concentram em salvar vidas. Durante este período difícil para todos e particularmente dramático para quem se encontra nas linhas da frente, a EPAL disponibiliza a água consumida pelos profissionais de saúde nas unidades hoteleiras que serão disponibilizadas em Lisboa, para os acolher, através de patrocínio a protocolar com a AHP.”

Sofia Tenreiro, administradora da Galp com o pelouro da equipa comercial, destaca: “Este projeto corresponde na íntegra à estratégia de apoio à sociedade no âmbito de combate à COVID-19, onde a empresa tem privilegiado projetos de apoio às emergências sociais e aos sistemas de saúde portugueses. Aqui ajudamos os heróis na linha da frente, na batalha que é de todos, a salvar vidas. É com grande sentido de compromisso e respeito que integramos este protocolo. Que a nossa energia permita dar o conforto e o descanso que estes profissionais merecem.”

Manuel Ramalho Eanes, administrador da NOS, reforça: “No contexto atual, a NOS como operador de comunicações português, tem uma responsabilidade acrescida para com o País, as empresas e famílias portuguesas. É nossa prioridade manter todos ligados e a comunicar e por isso estamos fortemente empenhados em assegurar que colocamos ao dispor desta iniciativa a nossa competência, a nossa experiência e a nossa solidariedade. Queremos prestar, de forma incondicional, o nosso apoio ao trabalho heroico dos nossos profissionais de saúde, que contam incondicionalmente com o trabalho e empenho dos profissionais da NOS.”

Paula Carioca, administradora da Vodafone Portugal responsável pela Unidade de Negócios Empresariais, frisa que “A COVID-19 impõe, a par das medidas necessárias para prevenir o contágio, a mobilização efetiva das Empresas para a minimização dos impactos desta pandemia na vida das pessoas, neste caso em particular dos profissionais de saúde. A Vodafone não ficou indiferente ao apelo da AHP, e a par de outras iniciativas que temos vindo a promover no âmbito do programa de Responsabilidade Social, vamos suportar o pagamento das mensalidades dos serviços de telecomunicações das unidades hoteleiras que nos forem indicadas pela AHP.”

A AHP associou-se ao movimento #tech4COVID19 e à plataforma RoomsAgainstCovid, onde é responsável por fazer a ponte com os hotéis. Através do Click2Portugal, a AHP está a fazer o levantamento da disponibilidade de quartos de hotéis para profissionais de saúde. Caso tenha uma unidade hoteleira e queira receber profissionais de saúde aceda ao formulário e indique a sua disponibilidade.