Covid-19: Madeira limita autorizações de viagem para o continente a motivos de saúde

by Cristiana Macedo | 25 Março 2020 11:31

As viagens nas ligações da TAP entre a Madeira e Lisboa, feitas três dias por semana a partir de quinta-feira, apenas vão ser permitidas em casos excecionais, por motivos de saúde, pode ler-se no site da Agência Lusa.

Segundo fonte da Secretaria Regional da Saúde e Proteção Civil, o passageiro tem de ter uma autorização das autoridades de saúde da Madeira para poder sair e entrar na região e, assim, fazer a respetiva reserva na TAP.

Esse pedido de autorização pode ser feito a partir de um ‘link’ que, segundo o executivo regional, vai estar na página da transportadora aérea nacional. Depois de preenchido pelo passageiro, o documento terá de ser validado pelo delegado de saúde da região, permitindo as deslocações mediante o comprovativo de que o motivo da viagem está relacionado com a sua situação de saúde. Segundo a mesma fonte, os passageiros devem cumprir o período de isolamento na sua residência.

A partir de quinta-feira, a TAP – que estava a fazer quatro ligações diárias (duas partidas e duas chegadas) entre a Madeira e o continente – passa a fazer seis ligações por semana (três partidas e três chegadas), no contexto da pandemia de covid-19.

Segundo informação da empresa dada hoje à Lusa, os horários das viagens ainda não estão definidos, mas os voos vão realizar-se às segundas-feiras, às quintas-feiras e aos sábados.

Fonte da transportadora sublinhou que, enquanto a companhia é responsável pelo transporte de passageiros, as questões de saúde pública são “da competência do Governo Regional e da Direção-Geral da Saúde”. A empresa tinha já indicado que o Governo Regional decidiu exigir um atestado de saúde, remetendo mais informações para o executivo. A TAP será, neste período de pandemia, a única companhia a fazer ligações regulares para o exterior da região.

No âmbito do estado de emergência declarado no país e das medidas de prevenção e combate da epidemia provocada pela infeção Covid-19, o Governo Regional impôs medidas restritivas no Aeroporto da Madeira Cristiano Ronaldo, como a quarentena para todos os passageiros ali desembarcados por um período de 14 dias, de forma a dissuadir viagens para a região.

Segundo o executivo regional, as ligações aéreas entre a Madeira e o continente estão focadas sobretudo nas necessidades de assistência à saúde e no transporte de carga.

Source URL: https://www.ambitur.pt/covid-19-madeira-limita-autorizacoes-de-viagem-para-o-continente-a-motivos-de-saude/