CTP considera inaceitável que o Turismo não possa aceder à linha de crédito para a indústria exportadora

CTP considera inaceitável que o Turismo não possa aceder à linha de crédito para a indústria exportadora

Categoria Advisor, Associativismo

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) considera uma afronta e um descuido grave, sobretudo atendendo à importância que o Turismo tem na nossa economia, o facto de não contemplar as empresas do Turismo na linha de crédito para a indústria exportadora, que consta do pacote de medidas de apoio à economia aprovadas em Conselho de Ministros no passado dia 5.

“O Turismo é a maior atividade económica exportadora do país, tendo sido em 2019, responsável por 52,3% das exportações de serviços e por 19,7% das exportações totais. Não compreendemos e não podemos aceitar esta decisão do Governo, que revela um desconhecimento absoluto da importância da atividade turística para a economia nacional”, afirma Francisco Calheiros, presidente da CTP.

A linha de crédito é direcionada às empresas industriais com elevado volume de negócios proveniente de exportações de bens e tem uma dotação de 750 milhões de euros. O crédito é determinado em função do número de postos de trabalho, estando contemplado a conversão de 20% do crédito a fundo perdido em caso de manutenção dos postos de trabalho. Esta linha integra o conjunto de medidas com um valor global que ultrapassa os 1.500 milhões de euros.