Dolce by Wyndham Camporeal Lisboa recebe mais um prémio que reforça compromisso de sustentabilidade

Dolce by Wyndham Camporeal Lisboa recebe mais um prémio que reforça compromisso de sustentabilidade

Categoria Alojamento, Business

O hotel Dolce by Wyndham CampoReal Lisboa, situado em Torres Vedras, foi premiado mais uma vez. Pelo quinto ano, recebeu a Green Key, uma certificação ambiental internacional de renome na área da Responsabilidade Ambiental Corporativa e do Turismo Sustentável que, em Portugal, é promovida pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE). Este prémio reconhece mais uma vez o trabalho e dedicação da unidade hoteleira na proteção do meio ambiente, já que os estabelecimentos condecorados cumprem critérios rigorosos, verificados através de auditorias regulares.

Reforçar o compromisso de sustentabilidade é primordial para o hotel, que possui uma localização privilegiada em plena área protegida das Serras do Socorro e Archeira – e que completam 10 anos de proteção em 2022. O Dolce CampoReal Lisboa estimula a consciência ambiental e de preservação dos seus hóspedes com a promoção de atividades na região, como o acarinhado passeio de bicicleta e aluguer de bicicletas elétricas para conhecer as serras e ver de perto as suas belezas.

Desde 2017 que o Dolce CampoReal aplica medidas práticas para reduzir a sua pegada ecológica, como exemplo a abolição do uso de garrafas de plástico nos restaurantes e salas de reunião há três anos, substituindo-os por garrafas de vidro reutilizáveis. Nos locais onde o uso do vidro reutilizável não é possível, como a piscina e o campo de golfe, são distribuídas embalagens em cartão Earth Water. Este ano, também adotou a regra no printing, ou seja, não impressão em todo o hotel, passando a disponibilizar o material promocional nos quartos em versão digital. Ainda para evitar o desperdício e uso de plástico, até ao fim de 2022 serão trocados os kits com ameneties individuais nas casas de banho dos quartos por instalações de produtos de higiene em formato refil.

Já em 2019, o hotel aderiu à iniciativa internacional que financia projetos que providenciam água, alimentos e educação a crianças desfavorecidas em vários países e que conta também com o apoio do World Food Programme.

Outras das medidas aplicadas pelo hotel em prol da poupança de recursos inclui a introdução de sistema de mudança de toalhas e lençóis a pedido, a utilização de iluminação LED e sensores de movimento, o aproveitamento de água das chuvas para rega do campo de golfe e jardins, e ainda a aplicação de redutores de caudal nos quartos (peças metálicas que se aplicam nas torneiras, chuveiros e sanitas e que permitem poupar mais de 60% de água). Como resultado destas medidas, entre 2017 e 2019, mesmo com o aumento da taxa de ocupação anual em 8%, o hotel registou uma diminuição de cerca de 4% no consumo de gás e de 5% no consumo de eletricidade. Nos anos atípicos de pandemia, em 2020 e 2021 registou-se uma queda em todos os consumos: Em 2021, o Dolce registou cerca de 15% a menos no consumo de gás, quase 9% a menos no consumo de eletricidade e 20% a menos de água comparados ao ano de 2020.

Desde 2019, a cadeia detentora do Dolce CampoReal Lisboa – a Wyndham Hotels & Resorts – estabeleceu uma parceria global com a Green Key Internacional, tornando esta a certificação preferencial para todas as unidades do grupo. O programa, que promove o turismo sustentável, possui uma parceria com mais de 3.200 organismos, atuando em 65 países e sendo reconhecido pela promoção e valorização das atividades turísticas através da educação e gestão ambiental, gestão de recursos, desperdício e investimento em áreas verdes.