easyJet inaugura pista do novo aeroporto de Berlim

easyJet inaugura pista do novo aeroporto de Berlim

Categoria Business, Transportes

Como a maior companhia aérea com sede em Berlim-Brandenburg, a easyJet abriu no sábado, 31 de outubro, um novo capítulo com a inauguração do Aeroporto Berlim Brandenburg “Willy Brandt“. O primeiro avião easyJet, voo especial EJU 3110, aterrou pontualmente às 14h00 locais no novo aeroporto.

O mais recente modelo sustentável da companhia, Airbus 320neo, foi recebido com a cerimónia dos jatos de água e por representantes da política, da indústria e da comunicação social. Ontem, a easyJet voltou a realizar outra estreia, desta vez com seu voo para Gatwick, às 06h45, que começará a operar comercialmente em BER.

Deutsche Bahn está preparada para se tornar o primeiro parceiro ferroviário para o serviço de conexão exclusivo da easyJet

A easyJet anuncia também uma nova cooperação entre a companhia e a Deutsche Bahn como parte do programa “Worldwide by easyJet“. A ligação irá garantir ligações convenientes entre voos e comboios no futuro. A conexão exclusiva da companhia aérea estará disponível em breve e os clientes da easyJet poderão conectar-se perfeitamente aos comboios da Deutsche Bahn, inicialmente via Berlim, combinando passagens de avião e comboio numa única reserva. Assim, irão beneficiar da segurança no caso de conexões perdidas e ligações curta. Planos para estender esta parceria a outros destinos já estão a ser desenvolvidos.

O programa easyJet Worldwide permite aos passageiros conectarem os voos da easyJet com outros na sua própria rede, bem como viagens operadas por companhias aéreas parceiras. A rede de mais de 5.000 pontos de partida e destinos reservados em combinação com companhias aéreas parceiras está a crescer continuamente.

Johan Lundgren, CEO da easyJet, disse: “Como a maior operadora de Berlim, estamos muito animados para passar todas as nossas operações baseadas em Berlim para o mesmo teto no BER. Temos uma longa história na região de Berlim- Brandenburg, a operar voos desde 2004 e a expandir consistentemente a nossa base com mais de 12 milhões de passageiros que voaram de e para Berlim connosco só no ano passado.

“Após meses de preparativos, estamos prontos e orgulhosos por sermos a primeira companhia aérea a iniciar as  operações comerciais no aeroporto Willy Brandt amanhã. Os nossos clientes irão beneficiar de uma experiência única no Terminal 1, com conexões fáceis entre voos e comboios, inclusive com o nosso novo parceiro, Deutsche Bahn.”

“Apesar da pandemia, continuamos comprometidos com o voar sustentável. Agora, e no futuro, através das nossas parcerias com a Airbus e a Wright Electric, estamos concentrados no desenvolvimento de tecnologias híbridas, totalmente elétricas e de hidrogénio. Continuamos a compensar as emissões de CO2 do combustível que usamos. Portanto, esperamos continuar a dar uma contribuição importante para a região – conectando a vibrante cidade de Berlim, e toda a região, com as principais cidades e destinos de férias na Europa por muitos anos”, termina.

Com a realocação da sua frota Berlin-Brandenburg de Tegel e Schönefeld para BER, a easyJet agora conecta a região metropolitana diretamente do novo terminal principal (Terminal 1) para toda a Europa. Além das suas lojas, arquitetura espaçosa e boas conexões de comboio e transportes públicos, o novo aeroporto oferece aos seus clientes uma experiência única. Além disso, os clientes easyJet Plus no BER, podem usar o checkpoint de segurança rápida, economizando um tempo valioso no processo de check-in. Para a própria easyJet, os processos operacionais são simplificados, pois a frota e a tripulação do Airbus estão agora sob o mesmo teto, tornando as operações de voo ainda mais eficientes. O primeiro voo comercial – vindo de Fuerteventura – aterrou em BER no sábado, às 20h05.

Primeira estação de manutenção easyJet no continente europeu

Desde junho deste ano, que a easyJet tem a sua primeira estação de manutenção fora do Reino Unido, no cais sul do BER. É aqui que a frota estacionada é mantida e assistida (Manutenção de Linha de acordo com EASA Parte 145). Reparações ad-hoc menores em outros aviões easyJet, bem como a manutenção relacionada com a Covid-19, são também realizadas por uma equipa da easyJet, composta por 50 pessoas no local. A empresa espera que a manutenção interna resulte num processo eficiente e económico. A easyJet está, portanto, mais uma vez a demonstrar o seu compromisso com a região de Berlin-Brandenburg e sua base germânica.