Escolas do Turismo de Portugal com novo curso executivo de Turismo Literário

Escolas do Turismo de Portugal com novo curso executivo de Turismo Literário

Categoria Advisor, Formação

O Turismo de Portugal alarga a oferta formativa da sua rede de Escolas com o novo Curso Executivo de Turismo Literário, cuja primeira edição, em formato online, decorre a partir da Escola do Oeste, fruto da ligação a Óbidos – Cidade Criativa da Literatura (UNESCO) e promotora do FOLIO – Festival Literário Internacional de Óbidos. Esta nova formação foi hoje apresentada pela Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, no âmbito da realização do Festival FOLIO.

O Curso Executivo de Turismo Literário destina-se aos profissionais do setor do turismo e da cultura, nomeadamente, os que exercem atividade em informação turística, agentes de animação turística, operadores e agentes de viagem, colaboradores de Casas de Escritores ou Centros Interpretativos, produtores de eventos, profissionais de entidades públicas ou privadas com oferta de serviços relacionados com o turismo literário.

Flexível e modular, esta formação que se inicia a 23 de novembro, permite aos formandos optarem por um ou vários módulos, específicos, não obrigando à participação na totalidade do curso. O objetivo é atrair novos profissionais para o turismo, dotar as empresas com maior capacidade para gerir projetos de Turismo Literário, bem como de captar e reter talento, e ainda, de desenvolver novas competências nos profissionais de turismo e nos agentes culturais.

A iniciativa insere-se no Programa de Ação para o Turismo Literário, que pretende contribuir para a competitividade do destino Portugal e das suas regiões, tornando as empresas mais robustas, os profissionais mais preparados e a experiência turística mais atrativa. “Tendo em conta o potencial de desenvolvimento do Turismo Literário em Portugal, prevê-se um impacto direto no reforço da coesão territorial, na promoção do turismo ao longo de todo o ano e no desenvolvimento de novos motivos de visita que proporcionem experiências inovadoras”, salientou a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques.

Para além desta iniciativa relacionada com a formação de ativos, encontram-se em execução cerca de 10 projetos, em todo o território nacional, apoiados diretamente pelo Turismo de Portugal e que irão contribuir para a qualificação da oferta existente. Estes projetos representam um investimento total de 840 mil euros e incluem a Rede de Turismo Literário do Alentejo/ Ribatejo, com o apoio à criação do Roteiro Literário Levantado do Chão e a instalação do Centro de Interpretação José Luís Peixoto, da Rota literária “Galveias” e a dinamização da rota turística “Viagem do Elefante”, inspirada na obra e nas vivências de José Saramago, envolvendo os territórios dos municípios de Constância, Fundão, Belmonte, Sortelha (Sabugal), Cidadelhe (Pinhel) e Castelo Rodrigo (Figueira de Castelo Rodrigo), promovida pelos Territórios do Côa Associação de Desenvolvimento Regional.

Com o Programa de Ação para o Turismo Literário pretende-se colocar Portugal no mapa dos destinos literários, valorizar e promover a oferta de Turismo Literário e enaltecer a língua portuguesa e os seus escritores, em diálogo com o território.