“Espaço Seguro”: muito mais que um Posto de Socorros

“Espaço Seguro”: muito mais que um Posto de Socorros

Categoria Business, Empresas

Um “Espaço Seguro” é um espaço onde a presença de profissionais de saúde garante uma resposta local eficaz a eventuais emergências, assegurando a saúde e o conforto de todos.

Um serviço inovador com mais de 10 anos de implementação em espaços públicos (centros comerciais ou de exposições), privados (resorts) e industriais, onde “contamos com equipas profissionais preparadas para dar resposta a situações de emergência, assegurando que mais de 99% acabem por ser resolvidas sem recurso a qualquer serviço de saúde externo”, garante Pedro Rodrigues, CEO da Femédica.

A Covid-19 exigiu um “reforço das valências dos nossos Postos, mantendo os mesmos padrões, o que revelou ser uma grande vantagem para todos os nossos clientes, que viram as inesperadas necessidades de proteção adicional naturalmente resolvidas”. Hoje, o serviço encontra-se bastante sólido no mercado e é muito requisitado: “É a qualidade e as mais valias da resposta que têm suscitado o interesse em requisitar o serviço”, afirma.

A solução garante a instalação de um Posto de Socorros e a presença de um conjunto de profissionais especializados em emergência médica. Algo que permite um grande conforto para quem usufrui do espaço: “Invariavelmente, temos o próprio utente a valorizar a mais-valia da proximidade do serviço e o sentimento de conforto e segurança que isso gera”, indica Pedro Rodrigues.

A título de exemplo, o CEO da Femédica adianta que o “Espaço Seguro” Tróia Resort se tem afigurado como uma experiência muito acolhedora para os hóspedes: “Quando sentem alguma necessidade clínica, deslocam-se por iniciativa ao Posto e é-lhes garantido um aconselhamento ou tratamento adequado”. Adicionalmente, “no caso de acontecer algum incidente em qualquer local do Resort, é garantida uma resposta num curto espaço de tempo, diminuindo todo o impacto de necessidade de recurso a um serviço de saúde externo ou assegurando um encaminhamento adequado”.

A adesão e o feedback deste serviço já têm suscitado novos projetos que, muito em breve, serão anunciados pela Femédica.

Este artigo foi publicado na edição 338 da Ambitur.