Feira das Viagens regressa em abril de 2020 com novo espaço em Lisboa

Feira das Viagens regressa em abril de 2020 com novo espaço em Lisboa

Categoria Home

Em 2020, as melhores oportunidades de férias voltam a encontrar-se na Feira das Viagens. A oitava edição do evento decorre entre 17 e 19 de abril no Palácio da Bolsa, no Porto, e no Pavilhão Centro de Portugal, em Coimbra, e entre 24 e 26 de abril na Praça Central do Centro Comercial Colombo, em Lisboa, e no Altice Fórum, em Braga.

A principal alteração da próxima edição prende-se com a mudança de espaço em Lisboa, que passa da Sociedade Nacional de Belas Artes para a Praça Central do Centro Comercial Colombo. “Depois da Feira das Viagens deste ano ouvimos os expositores e percebemos que tínhamos que encontrar um novo local em Lisboa, que nos permitisse garantir um maior número de visitantes. A Praça Central do Centro Comercial Colombo era uma solução que agradava à maioria dos expositores e felizmente conseguimos disponibilidade e condições acessíveis nas datas que pretendíamos. Estamos muito otimistas com a edição do próximo ano e acreditamos que vamos conseguir mais uma vez inovar”, refere a responsável pela organização do evento, Rosário Louro.

Nos últimos anos os destinos mais procurados têm sido Marrocos, Baleares, Tunísia, Cabo Verde, Republica Dominicana e Tailândia mas a procura de destinos europeus tem também vindo a crescer. As viagens abaixo dos 1.000 euros por pessoa dominaram as vendas em 2019 com 47% da procura, mas as viagens entre mil e dois mil e quinhentos euros por pessoa também registaram um peso significativo, representando 42% do total.

Para Rosário Louro, “a Feira das Viagens é um espaço de negócio muito competitivo, que se revela cada vez mais eficaz. Quem procura aconselhamento e atendimento personalizado encontra na Feira das Viagens a solução perfeita: profissionais competentes, preços competitivos e um espaço onde é possível vender e comprar sem o ruído das grandes feiras dirigidas a públicos massificados”.

Os resultados da edição deste ano corroboram a ideia de que só se desloca à Feira das Viagens quem, efectivamente, compra viagens: 17% fechou negócio na própria Feira e 65% pretendia fazê-lo nas duas semanas subsequentes. As inscrições para os expositores abrem ainda este mês, prevendo-se que os espaços sejam comercializados na totalidade até ao final do ano.