Fernando Pinto apoia solução do Montijo para o Aeroporto de Lisboa

Fernando Pinto apoia solução do Montijo para o Aeroporto de Lisboa

“Não há duvidas de que o aeroporto (de Lisboa) vai ficar estrangulado”, começou por afirmar, esta manhã, no 41º Congresso da APAVT, Fernando Pinto, presidente da TAP Portugal. No entanto, o responsável relembrou que os “novos acionistas da ANA têm fórmulas para resolver o problema, e uma delas é a operação no Montijo”, uma solução que é, na sua opinião, a “única” neste momento, mas que poderá resultar.

Afirmando que o Aeroporto deve aguentar-se, no máximo, mais três anos, Fernando Pinto lembra que “o aeroporto do Montijo é um aeroporto semi-pronto”. “É a solução possível. Há a hipótese de utilizarmos toda a área da segunda pista, que é usada em menos de 1% das operações anuais da TAP”.

Fernando Pinto contra novo aumento de taxas no Aeroporto de Lisboa

Sobre o recente aumento das taxas no Aeroporto de Lisboa, Fernado Pinto afirmou que são “um problema”. “Normalmente quando existe um volume maior de passageiros, deveria ser possível haver uma redução de taxas, mas aqui temos o inverso. Quanto maior o volume de passageiros, mais sobe a taxa. A justificação é que isso vai levar a um maior investimento no aeroporto. O que nós (empresas aéreas) defendemos é que nós trazemos o cliente para o aeroporto e hoje o aeroporto é um shopping center, ou seja, deveríamos ser pagos por isso”. Fernando Pinto afirma que é “contra esta taxa” que é um “peso pesado” não só nas contas da TAP, mas “para a nossa competitividade”.