Fusão Barceló-Globalia pode fechar 200 agências

Fusão Barceló-Globalia pode fechar 200 agências

Categoria Business, Ot's Av's

Quase 200 agências de viagens poderão desaparecer se fusão das divisões de viagens da Globalia e do Grupo Barceló, Ávoris Reinventing Travel, for concluída, estando pendente de um empréstimo de 240 milhões de euros da SEPI (Sociedad Estatal de Participaciones Industriales) face aos graves problemas económicos causados pela crise da Covid-19, segundo revela o jornal espanhol Cinco Días.

A decisão da SEPI marcará o futuro das agências de viagens de ambos os grupos, adianta a mesma publicação, que confirma que a divisão das agências da Globalia terá dificuldades em sobreviver sem este novo resgate público. Já a Barceló, que também está a sofrer com a ausência de procura, dispõe de liquidez para aguentar vários trimestres sem faturação.

Algumas fontes afirmam ao Cinco Días que a SEPI poderá obrigar ao encerramento de delegações em vez de emprestar os 240 milhões de euros.

A proposta inicial é que uma fusão entre as duas estruturas obrigaria ao encerramento de 170 balcões, 11,3% do total da rede das agências de viagens de ambos os grupos. Nesta fusão, a Globalia contribui com 800 agências e a Ávoris com 700. Seriam fechadas as agências que estão lado a lado, sobretudo em pequenas e médias cidades, e que competem entre elas.