Grupo Avis Budget assina parceria com a LYFT para dar aos condutores acesso imediatos aos veículos AVIS

Grupo Avis Budget assina parceria com a LYFT para dar aos condutores acesso imediatos aos veículos AVIS

Categoria Business, Empresas

O Grupo Avis Budget acaba de anunciar um acordo com a Lyft, empresa com grande crescimento que conecta motoristas e usuários de carros partilhados por meio de aplicativos móveis. A Avis irá adicionar milhares de veículos através do programa Lyft Express Drive presente em cidades de toda a América do Norte. Esta parceria fará com que seja mais fácil para os condutores prestarem o seu serviço de condução na Lyft sem o custo e os encargos da posse de um carro próprio.

“Com uma frota global de aproximadamente 600.000 veículos, encontramo-nos bem posicionados para tirar partido do crescimento contínuo no campo dos serviços de carros partilhados ao dar acesso a um veículo limpo, seguro e bem cuidado a todos aqueles que queiram prestar o seu serviço de condução nesta indústria,” afirmou Joe Ferraro, Presidente do Grupo Avis Budget América. “Estamos entusiasmados por trabalhar com a Lyft e dar resposta à crescente procura de formas de transporte e desta forma alavancar ainda mais os nossos activos.”

“A nossa parceria com o Grupo Avis Budget irá permitir, no momento da escolha do veículo, oferecer opções de melhor qualidade aos novos e aos já existentes condutores que procuram uma fonte de rendimento viável,” disse Jon McNeill, Chefe Operacional na Lyft. “E com mais condutores a tomarem a decisão de deixarem de ter os seus próprios carros, estes poderão continuar a prestar o seu serviço e obter o seu rendimento com a Lyft através dos carros que a Avis irá disponibilizar, resultado da expansão do programa Express Drive.”

Com esta parceria, os condutores da Lyft poderão reservar um veículo de aluguer da Avis através da app da Lyft. Com ambas as empresas é imediato para os condutores entrarem num carro e seguirem para as estradas de modo a aproveitarem as oportunidades desta indústria.

Estima-se que os veículos estejam disponíveis nos próximos meses.