Guimarães apresenta nova edição da brochura dos “Jardins de Camélias” disponível em quatro línguas

Guimarães apresenta nova edição da brochura dos “Jardins de Camélias” disponível em quatro línguas

Categoria Destinos, Explore

Apostar no desenvolvimento sustentável do território, ao mesmo tempo que se diversifica a oferta turística, é um dos “pilares essenciais” da Estratégia de Turismo de Guimarães.

Assim, Guimarães pretende “assumir um papel de relevo na afirmação da proteção e preservação da natureza”, sendo capaz de “agregar ao seu património histórico e cultural, outras valências que tornem o território mais valorizado e capaz de atrair públicos-alvo ainda mais diversificados”, refere o município em comunicado.

Guimarães tem no seu espólio um elevado valor patrimonial Camélias. Segundo o comunicado, a cidade do Minho, possui nos jardins públicos e privados “camélias únicas na Europa pela sua espécie, raridade e dimensão”.

Através da Divisão de Turismo, no âmbito do segmento de Turismo de Natureza, a Câmara Municipal de Guimarães anuncia a edição da brochura “Jardins de Camélias”, que está agora disponível para para consulta e download em quatro línguas: português, espanhol, francês e inglês. A brochura aconselha ainda a visita gratuita aos seguintes locais: Casa do Costeado; Palácio Vila Flor; Largo Martins Sarmento (Largo do Carmo); Viveiros Flavius; Quinta de Margaride e Cerca do Mosteiro de Santa Marinha.