Horta da Coutada: Uma experiência a repetir

Horta da Coutada: Uma experiência a repetir

Longe vai o tempo em que a propriedade onde hoje se localiza a Horta da Coutada dava apoio agrícola aos monges agostinhos descalços do Convento da Orada, ali mesmo ao lado. Estávamos então no século XVII mas nesta propriedade rústica de três hectares, a pouco mais de dois quilómetros da nova praia fluvial de Monsaraz e a um Km do Observatório do Lago Alqueva, encontramos atualmente uma unidade de portas abertas ao turismo.

A oferta distribui-se entre uma suite principal, duas suites júnior, dois apartamentos e seis quartos duplos superiores, todos eles com uma decoração e nome distintos. A Sala do Jardim é um antigo estábulo transformado num recanto acolhedor para poder apreciar um bom vinho ou o variado pequeno-almoço com que a Horta da Coutada presenteia os seus hóspedes, com os melhores produtos da região. A unidade dispõe ainda de uma piscina em eletrólise de sal, com uma pérgola original entre o museu megalítico “Cromeleque do Xerez” e a Ermida de São Bento, bem como um alpendre com vista sobre o jardim e o pomar de onde se pode ouvir o canto dos pássaros e assistir ao voo rasante das cegonhas e das águias que por aqui passam no verão.

 

Reservas: www.hortadacoutada.com/ +351918526848/ hortadacoutada@gmail.com

Este artigo foi publicado na edição 309 da Ambitur.