Hotel-Escola de Setúbal implementa projeto piloto

Hotel-Escola de Setúbal implementa projeto piloto

Categoria Advisor, Formação

A Escola de Turismo e Hotelaria de Setúbal e o NEST – Centro de Inovação do Turismo juntam-se no projeto Future Labs Hotel que vai ser implementado no Hotel-Escola de Setúbal para promover a aceleração da inovação aplicável à hotelaria.

O objetivo é melhorar a experiência do turista, usando o espaço do Quartel 11 Boutique Hotel como ecossistema de inovação e laboratório de ideias tecnológicas. “O turismo é um produto emocional. O turista pode gostar de tudo numa cidade, mas se for mal atendido num hotel, a experiência pode tornar-se negativa”, exemplificou Roberto Antunes, diretor executivo do NEST – Centro de Inovação do Turismo.

A experiência da jornada turística começa antes da escolha do destino e termina muito depois de própria viagem. A premissa deste projeto assenta no conhecimento do hóspede, na identificação e antecipação das suas necessidades e expectativas. O Future Labs Hotel pretende também identificar lacunas tecnológicas, de forma a otimizar serviços e custos e promover a sustentabilidade do negócio.

Em termos operacionais, uma equipa da escola recolherá informação no terreno (big data) e o NEST identificará eventuais parceiros tecnológicos para desenvolver serviços e aplicações tecnológicas suportadas por dados, que permitam compreender os impactos reais da tecnologia no negócio da hotelaria, centrado na experiência do turista, numa abordagem caracterizada por fluidez e transparência, baseada nos valores da sustentabilidade.

As áreas de atuação preveem o Atendimento, Quartos, Cozinha e Área Envolvente, ligando o espaço do hotel aos pontos de interesse turístico da região, e constituindo uma alavanca de conhecimento do setor e uma oportunidade de treino de capacidades para quem, no futuro, irá trabalhar e liderar no setor do turismo.

O Future Labs Hotel é uma iniciativa que parte de um espaço hoteleiro real – para já o Hotel-Escola de Setúbal, mas com perspetivas de expansão para outras unidades -, para desenvolver serviços e aplicações tecnológicas suportadas por dados.