Hotelaria portuguesa está 10% mais cara em 2015

Hotelaria portuguesa está 10% mais cara em 2015

A hotelaria portuguesa encerra o ano em alta, com os hotéis portugueses a registarem um crescimento de 9,89% nos preços: pernoitar em Portugal durante 2015 teve um custo médio de 100€, enquanto no ano anterior o preço médio por quarto duplo se ficou pelos 91€. Esta é uma das principais conclusões do trivago Hotel Price Index, que revela também que foi Albufeira a cidade que registou a maior oscilação de preços durante o ano de 2015.Peniche, Porto e Vila Nova de Gaia registaram as maiores variações face a 2014. No Porto (+24,73%) os preços aumentaram três vezes mais que Lisboa (+8,10%), no entanto, não chegaram ainda perto dos valores da capital.

Com perfis de crescimento constantes face a 2014, outubro (+15,05%) foi o mês com a maior inflação de preços e janeiro (+4,11%) o mês com o crescimento menos expressivo. Já em relação aos preços médios, fevereiro (75€) foi o mês mais barato, contra agosto (130€), altura em que Portugal atingiu o valor recorde dos últimos anos. Peniche (+26,24%), Porto (+24,73%) e Vila Nova de Gaia (+20,42) foram as localidades, entre os principais destinos portugueses, que registaram as maiores variações nos preços médios face ao último ano. Uma estadia em Peniche tinha um custo médio de apenas 49€. Este ano esse valor subiu para os 62€, tornando-se assim a localidade com a maior inflação registada no país face a 2014.

Lisboa vê o seu preço ponderado aumentar 8,10%: de 105€ no ano passado para 114€ em 2015. Já a Invicta regista um aumento de 24,73% (de 67€ em 2014 para 84€ este ano), sem contudo chegar perto dos valores da capital.

Olhando para as maiores oscilações de preços durante o ano de 2015, Albufeira, Portimão e Lagos estão em destaque. Albufeira chega mesmo a registar mudanças nos preços na ordem dos 300%, com o mês mais barato a ser Janeiro (52€) e o mais caro Agosto (219€). Coimbra, Braga e Aveiro são, por outro lado, as localidades com os preços médios mais constantes.