Hoti Hotéis: “O Hotel transforma-se num refúgio onde é possível trabalhar com todo o conforto e segurança”

by Rita Inácio | 20 Novembro 2020 11:30

A pandemia colocou várias restrições às viagens e eventos. Nos dias de hoje pouco se viaja por lazer ou negócios. Mas pode o teletrabalho oferecer novas vias de negócio para os hotéis? Começam a surgir quartos transformados em escritórios e diferentes ofertas para o segmento corporate. Será esta uma real aposta para o futuro da hotelaria? E quais as mais-valias de trabalhar a partir de um hotel? A Ambitur.pt entrevistou um conjunto de grandes cadeias hoteleiras e pequenas unidades para perceber melhor este recente “fenómeno”. 

Para o CEO da Hoti Hotéis, Miguel Proença, “o teletrabalho pode efetivamente oferecer novas vias de negócios para a hotelaria” ainda que “se perceba que seja um movimento gradual e não se perspetive que se torne massificado”. Com a prática regular do teletrabalho, no contexto atual, “passa a ser possível trabalhar a partir de um quarto de hotel”, atenta, “estando em total segurança e com a vantagem de permitir acesso a todo o conforto e comodidades”. O responsável adiciona que “também se torna comum alugar um quarto para transmissão de apresentações ou reuniões virtuais” ou “o uso de salas de reuniões para contemplar uma componente de reunião presencial”.

A Hoti Hotéis tem já “formatado um produto que permite, através de um fee mensal, a utilização do quarto como escritório” com a oferta de diversos serviços incluídos de refeições, spa, ginásio, internet e serviços de business centre, avança Miguel Proença, além da oferta de “tarifas corporate e vantagens especiais negociadas individualmente com cada empresa”.

O segmento corporate sempre foi prioritário para o Grupo”

O administrador reflete que “o segmento corporate sempre foi prioritário para o grupo” que “irá apostar na sua dispersão geográfica para potenciar sinergias entre hotéis e localidades” assim como “oferecer tarifas GDS competitivas”. A verdade é que “cada hotel, mediante o seu perfil, tem adaptado espaços para este efeito”, nomeadamente, “os quartos que têm mais iluminação natural, passam a contar com mesa de trabalho que permite boa posição ergonómica, limpeza do espaço considerando os horários de expediente, e alguns elementos de conforto necessários à permanência no espaço, como água e máquina de café/chá”.

“Muitas casas não têm as condições necessárias para o desempenho eficaz das tarefas profissionais”

Miguel Proença nota que “À medida que parte da população volta a ter que desempenhar as suas funções afastada do seu ambiente de trabalho, verificamos que existem muitas situações em que as casas não têm as condições necessárias para o desempenho eficaz das tarefas profissionais diárias”, sendo o teletrabalho a partir dos hotéis “uma solução pertinente, seja por necessidade pontual, seja a título permanente”. Assim, “este novo serviço da hotelaria vem facilitar o trabalho e a logística de profissionais independentes e das empresas” defende.

Em jeito de resumo, “o hotel transforma-se num refúgio onde é possível trabalhar com todo o conforto e segurança, num ambiente relaxante e naturalmente mais tranquilo”.

Source URL: https://www.ambitur.pt/hoti-hoteis-o-hotel-transforma-se-num-refugio-onde-e-possivel-trabalhar-com-todo-o-conforto-e-seguranca/