Hurtigruten apresenta nova temporada com paragem em Lisboa

Hurtigruten apresenta nova temporada com paragem em Lisboa

Categoria Business, Transportes

Das auroras boreais do Ártico até à biodiversidade da Antártida, os navios de expedição são hoje uma das novas tendências do turismo mundial. Prova disso é o serviço desenvolvido pela Hurtigruten, companhia de cruzeiros norueguesa, que realiza viagens que vão desde o pólo norte ao pólo sul, com paragem em Lisboa.

Contrariamente aos cruzeiros marcados pelas opções de entretenimento, os cruzeiros da Hurtigruten destinam-se aos mais aventureiros que desejam estender a sua experiência para além do barco onde viajam, e poderem em terra descobrir melhor o destino que os acolhe através de caminhadas, observação de animais ou percursos de caiaque.

No caso da Hurtigruten, a companhia norueguesa propõe no seu portefólio de destinos viagens pela Noruega, Gronelândia, Antártica e Islândia, onde se juntam passagens mais rápidas por alguns destinos europeus como Lisboa e Cádis, africanos, como Cabo Verde, e sul americanos, como Chile ou Ilhas Malvinas. Uma das novidades para a nova temporada é o destino de Terra Nova no Canadá, viagem que irá custar cerca de 12 mil euros por pessoa.

Nos destinos mais procurados, Arnau Ferrer, representante da Hurtigruten, durante uma apresentação que decorreu na passada sexta-feira, em Lisboa, destaca a costa norueguesa, uma viagem de pelo menos seis dias, cujos preços variam entre os 850 euros e 2400 euros. No inverno, refere, as viagens são procuradas para a observação de auroras boreais no Cabo Norte. No verão, é possível assistir ao fenómeno sol da meia-noite e viajar até Spitsbergen para observar ursos polares.

Já na Antártica, irão realizar-se este ano “pelo menos 90 excursões” num destino onde é possível caminhar por entre leões marinhos e pinguins, realizar caminhadas de exploração e tomar banho em pleno oceano Antártico.

Em 2018 e 2019 serão entregues dois novos navios de expedição que se juntam à frota da Hurtigruten que conta atualmente com 12 navios. O “MS Roald Amundsen” será o primeiro navio a ser lançado em julho de 2018 e o “MS Fridtjof Nansen” que chega no ano seguinte. Estes navios de última geração contarão com tecnologia híbrida e ecologicamente sustentável. Ambas embarcações terão capacidade para cerca de 500 passageiros.

Ricardo Ramos Gonçalves