INE: Algarve e Madeira com maiores quedas do PIB em 2020 devido ao impacto da pandemia no turismo

INE: Algarve e Madeira com maiores quedas do PIB em 2020 devido ao impacto da pandemia no turismo

Em 2020, o PIB em volume diminuiu em todas as regiões mas mais intensamente no Algarve (-16,7%) e na Região Autónoma da Madeira (-14,3%), segundo dados divulgados hoje pelo INE.

Na Área Metropolitana de Lisboa (-9,5%) e na Região Autónoma dos Açores (-9,2%) diminuiu mais que no país (-8,4%). O Alentejo (-8,3%), o Norte (-7,0%) e o Centro (-5,9%) tiveram os desempenhos menos negativos. O PIB da Área Metropolitana de Lisboa também foi influenciado em grande medida pela diminuição da atividade turística na região associada às restrições impostas pela pandemia e, em menor grau, pela redução da atividade dos serviços prestados às empresas, outro ramo de atividade fortemente afetado.

Para a contração real do PIB no Algarve e na Região Autónoma da Madeira contribuiu significativamente o decréscimo do VAB do ramo do comércio, transportes e alojamento e restauração, atividade com relevância significativa na estrutura produtiva daquelas regiões e muito afetada pela diminuição da atividade turística associada às restrições impostas pela pandemia.

Em 2019 todas as regiões registaram aumentos reais do PIB, destacando-se a Área Metropolitana de Lisboa e o Algarve que, refletindo o dinamismo da atividade turística, cresceram 3,2%, acima da variação do país(2,7%).