“Iremos continuar a contribuir com novos projetos”

“Iremos continuar a contribuir com novos projetos”

Categoria Business, Transportes

Afirmando que as expetativas para 2016 são positivas, como acontece aliás com todo o setor do turismo, Fernando Fagulha, diretor de vendas e marketing da Europcar Portugal, afirmou hoje, num almoço com jornalistas, em Lisboa, que o grupo continuará, este ano, não só a apresentar “novos projetos”, como irá fazer “refresh” e trazer para o mercado alguns produtos já lançados anteriormente. É o caso do “Chauffer Service”, que será relançado, o “ToMyDoor” e o “Selection, Luxury & Fun” que substituem, respetivamente, o “Hire Delvery” e o “Prestige” e o ToMyCar, que está ainda em desenvolvimento.

Lembrando que foi lançado, recentemente, “o aluguer de bicicletas e de scooters”, o responsável afirma que “cada vez mais, a Europcar é uma empresa de disponibilização de mobilidade”, numa era em que a “mobilidade cada vez vai aumentando mais”. Atualmente, a empresa está “a trabalhar no Chauffeur Service que é um produto que já existe mas não estava a ser acarinhado”. Ao nível do “Selection, Luxury & Fun Cars”, “que é um refresh do Prestige vai haver novidades, mesmo ao nível da frota” e iremos “vamos fazer um relançamento” do “Hire Delivery” que passa a chamar-se “ToMyDoor”, ou seja, um serviço de Entrega e Recolha porta-a-porta.

O “ToMyCar” , “um projeto que também está a ser desenvolvido”, é um serviço que permitirá ao cliente ter acesso direto a um carro de aluguer a partir de um smartphone. Segundo Fernando Fagulha, “inicialmente o ToMyCar é um produto que será disponibilizado nos aeroportos de grande volume (Lisboa, Porto, Faro e Funchal) em que o cliente faz o preenchimentos através do website e pode ir diretamente para o parque para levantar a viatura”.

Como explicou Fernando Fagulha, estes são alguns exemplos de uma estratégia que o grupo tem vindo a adoptar e que se prende com o facto de, muita vezes haver a necessidade de relançar um produto quando este “não está a dar os resultados esperados”. “O que fazemos é um refresh. O “Fit Rent” que é aquele produto para alugueres de duração de no mínimo trinta dias, antes chamava-se “alugueres de média duração”, criámos o “Fit Rent” e teve um boom”, acrescenta.

Segundo o responsável, em 2016, não deverá haverá um aumento significativo da frota. “O ano passado aumentámos cerca de 1000 viaturas, acho que é a frota adequada e acredito que é possível que possa haver mais frota disponível também das outras empresas no mercado”. Ainda este ano, a Europcar reforçará a sua aposta nos carros elétricos.

“Vejo com bons olhos o ano de 2016”

Para 2016, as expetativas são positivas. “Com os acontecimentos que têm vindo a acontecer em determinados países, Portugal vai, mais uma vez, beneficiar de um incremento, portanto, tenho a expetativa que 2016 continue a ser um ano positivo”, começou por afirmar o responsável, que destacou, no entanto, que o aumento que tem existido de “empresas low cost no setor de rent-a-car, de alguma forma, também impacta um bocadinho a atividade das empresas mais premium”.

“Está no ADN da Eurocpar que a empresa não para pelo facto de ter uma perspetiva que o ano possa vir a ser positivo, até porque de alguma maneira parece haver uma retoma económica, as empresas começam “a abrir os cordões à bolsa”. Iremos continuar a a contribuir com novos projetos”, afirmou Fernando Fagulha.

Raquel Pedrosa Loureiro