ISAG retoma atividades académicas e pedagógicas de forma presencial mas com regras

ISAG retoma atividades académicas e pedagógicas de forma presencial mas com regras

Categoria Advisor, Formação

Desde o início da semana que o ISAG – European Business School – está a retomar algumas atividades académicas e pedagógicas de forma presencial. Em comunicado, a instituição de ensino indica que a maioria das aulas será mantida à distância, porém, nas unidades curriculares mais práticas, os alunos podem escolher entre manter o ensino à distância ou presencial, sem que qualquer das opções prejudique a sua avaliação.

Em regime exclusivamente presencial decorrerão apenas as apresentações de Trabalhos de Projeto e de Relatório de Estágio, os Exames de Avaliação Final, os Exames de Recurso, os Exames de Época Especial, assim como as defesas dos trabalhos finais dos mestrados.

De acordo com Elvira Vieira, diretora-geral do ISAG, “estamos a acompanhar com muita atenção a evolução do quadro epidemiológico da Covid-19 e as indicações governamentais e de outras autoridades legalmente competentes. Para garantirmos o bem-estar e segurança de toda a comunidade ISAG, foi aplicado um inquérito aos alunos e professores para tomarmos a decisão mais acertada, e a decisão foi dar a possibilidade de as aulas práticas e laboratoriais serem lecionadas no regime presencial e à distância, e é assim que irão decorrer até ao final do ano letivo. Todas as outras unidades curriculares continuarão a funcionar em regime de ensino à distância, um modelo que está a ser bem-sucedido e que continuaremos a privilegiar enquanto esta situação se mantiver.”

Para quem regressa ao ISAG, no Porto, a instituição acionou, esta segunda-feira, um plano de levantamento progressivo das medidas de contenção motivadas pela pandemia Covid-19. O documento, que tem por base a recomendação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), explica todos os procedimentos a adotar pelos colaboradores docentes e não docentes, estudantes, investigadores, e todos aqueles que, devidamente autorizados, se desloquem à instituição nas próximas semanas.

As regras deste regresso à “nova” normalidade começam logo à entrada do edifício, onde é efetuada a medição da temperatura corporal (febre). Já no interior das instalações, professores, colaboradores e estudantes devem usar obrigatoriamente máscara e/ou viseira e desinfetar as mãos com solução à base de álcool gel, disponível em todos os corredores. No caso de não cumprimento destas duas medidas de proteção individual, poderá ser impedida a entrada nas instalações.

As salas têm agora ocupação limitada (por exemplo, num auditório com capacidade para 134 alunos, podem agora permanecer 29 alunos e um docente) e nos espaços dedicados às aulas práticas, como o laboratório de informática, a cada sessão será proibida a troca de equipamentos e computadores, após o início da sua utilização, quer por estudantes quer por professores. No final de cada aula, a sala e todo o seu mobiliário e equipamentos serão limpos e desinfetados para impedir eventuais contágios.

Além da retoma de algumas aulas presenciais, também foi preparado o regresso das atividades não letivas, como a abertura dos gabinetes de apoio, da biblioteca, das salas de estudo, da sala da Associação de Estudantes e do bar e restaurante. Para todos estes serviços complementares, estão a ser aplicadas regras de higiene pessoal, a fixação de lotação máxima em cada espaço, aplicação de divisões em acrílico nos balcões de atendimento e limpeza e desinfeção dos espaços após a sua utilização.

Foto cedida pelo ISAG – European Business School