KLM celebra 100 anos virada para a inovação e sustentabilidade

KLM celebra 100 anos virada para a inovação e sustentabilidade

Esta segunda-feira celebrou-se o passado mas acima de tudo o presente e o futuro da Air France-KLM. Aquela que é a companhia mais antiga do mundo está a festejar o seu centenário e esta  “festividade” foi assinalada na KLM House Lisboa (Suspenso) sob o mote “Inovação” e “Sustentabilidade”.

Para dar início à celebração do 100.º aniversário, o diretor-geral da Air France-KLM para Espanha e Portugal, Boris Darceaux, começou por louvar Portugal como uma “localização especial” para uma “celebração especial” e os 100 anos são um “marco fundamental” para qualquer empresa, ainda mais sendo a “primeira em toda a indústria”. Criada a 7 de outubro de 1919, a identidade da Air France KLM estabeleceu-se como “pioneira” no que toca à aviação, querendo “mudar a forma como viajamos no futuro”, explica o responsável.  A filosofia da KLM assenta em três pilares: clientes, inovação e sustentabilidade. “Queremos ser próximos dos nossos clientes”, sustenta Boris Darceaux, destacando também a rede de parceiros que fazem parte do “mundo KLM” e que são hoje a “chave do desenvolvimento” da companhia. No que toca à inovação e à sustentabilidade, a KLM quer estar na “linha da frente”. Neste campo, a KLM será a primeira companhia, em 2022, a criar uma fábrica em Amesterdão para produzir Biofuel. Nas palavras do diretor, o 100.º aniversário significa que, apesar da “velhice”, a companhia está em plena forma” para um futuro promissor a vários níveis.

KLM Air France aumenta 56% a oferta em Portugal em três anos

Para falar da Air France KLM em Portugal, o diretor de vendas da companhia Miguel Mota começou por destacar os 79 anos de operação no país. O primeiro voo foi a dia 2 de abril de 1940 na rota Amesterdão – Porto – Lisboa – Amesterdão num DC-2. Dois anos depois, a KLM inaugurou também aquela que é uma das principais portas de entrada de Portugal, o aeroporto de Lisboa, com o voo inaugural num DC-3, quando a frota da KLM operava a rota Bristol-Lisboa-Bristol, a única ligação aérea com Inglaterra na época.

A aproximação entre os mercados holandês e português não tem parado de aumentar. No verão, a companhia operou três voos diários de Lisboa e dois do Porto para o seu hub em Amesterdão. Para o inverno, a companhia vai operar a mesma rota com dois voos diários da capital portuguesa e um da cidade Invicta. 

Os resultados em Portugal da Air France KLM foram muito positivos. “Em 2018, transportamos mais de 410 mil passageiros”, um “aumento de 23% em relação ao ano anterior”, afirma Miguel Mota, destacando que, desde 2016, “aumentamos a nossa capacidade no mercado português em 56%”. Este aumento deveu-se sobretudo à “abertura da rota do Porto – Amesterdão no ano 2017” e no crescimento da capacidade na rota Lisboa – Amesterdão em “mais de 65% dos passageiros”, acrescenta. 

Juntamente com a Transavia e a parceira em joint-venture Delta Airlines, “operamos no mercado português mais de 335 voos por semana, em 19 rotas  à partida de Lisboa, Porto, Faro e Funchal”. Um forte sinal de todo o investimento e aposta no mercado nacional é a nova rota Faro – Paris, tendo esta rota já sido anunciada. “Esta aposta no mercado português é para continuar”, remata o responsável.

As celebrações em Lisboa continuam 

Flying-V

Ao longo dos próximos três dias, a KLM vai estar a apresentar em Lisboa os mais recentes desenvolvimentos ao nível da sustentabilidade e inovação. Esta terça-feira, vai realizar-se o workshop para crianças dedicado às “ações verdes” da companhia. Já na quarta-feira, a companhia promove um debate para estudantes do Instituto Superior Técnico sobre as inovações no setor aéreo, incluindo o protótipo da nova aeronave Flying-V, atualmente em desenvolvimento pela Universidade de Delft (Países Baixos), em conjunto com a KLM 

Ao longo de todo o programa, a KLM House Lisboa vai estar de portas abertas. Os visitantes poderão experimentar os óculos de realidade virtual e descobrir o interior das cabines de última geração. No campo da sustentabilidade, podem descobrir mais sobre a campanha “Um bilhete = Uma árvore”, lançada em Portugal e Espanha em 2018 e que contribuiu para a plantação de quase 6300 pinheiros no país e ainda sobre o projeto KLM da primeira fábrica de biocombustível, que abre na Europa em 2022.

Cristiana Macedo