Lufthansa: 830 voos cancelados hoje e greve continua no sábado

Lufthansa: 830 voos cancelados hoje e greve continua no sábado

Categoria Business, Transportes

A Lufthansa anunciou esta quinta-feira que a greve dos pilotos vai levar hoje ao cancelamento de 830 voos domésticos e europeus, o que afetará cerca de 100 mil passageiros. Os pilotos já mostraram a intenção de continuar a greve no sábado, nos voos de longo curso. Cada dia de paragem custa à companhia aérea cerca de 10 milhões de euros. No total, mais de 315 mil passageiros já foram afetados pelo cancelamento e 2618 voos.

O sindicato dos pilotos anunciou o prolongamento da greve que se iniciou esta quarta-feira, dia 23 de novembro. Hoje, serão afetados todos os voos domésticos e europeus da transportadora aérea. Com um total de 830 voos cancelados, mais de 100 mil de passageiros de voos de pequeno e médio curso vão ser afetados. Os de longo curso vão ser operados “quase como habitualmente, apesar de poder haver cancelamento pontuais resultando das greves dos dias anteriores”, lê-se no comunicado.

Os pilotos já anunciaram também que vão efetuar greve, no sábado, nos voos de longo curso da Lufthansa.

Segundo a nota enviada à comunicação social, a Lufthansa apelou ao sindicato dos pilotos “que desenvolva uma solução conjunta para a disputa através da mediação de Harry Hohmeister, diretor executivo da companhia. “Pagamos aos nossos pilotos bastante mais do que a concorrência. Somos responsáveis por mais de 120 000 empregados e queremos manter a Lufthansa viável no futuro. Tal não é possível com uma exigência de 20 por cento do ordenado.”

As outras companhias aéreas do grupo – Eurowings, Germanwings, SWISS, Austrian Airlines, Air Dolomiti e Brussels Airlines -, não são afetadas pela greve e estão a operar normalmente. Os pilotos da Lufthansa Cargo também não estão em greve.

A transportadora aérea garante que está “a enviar todos os esforços para minimizar o impacto das greves nos seus clientes”, tendo reservado “milhares de quartos de hotel” nas áreas de Frankfurt e Munique para os passageiros que não podem entrar na Alemanha devido a restrições de visto. Além disso, colocou camas de campanha no aeroporto, em cooperação com a Fraport. Os empregados também têm distribuído bebidas, snaks e opções de telecomunicações aos passageiros afetados pela greve.

Dos 12 voos das companhias aéreas do Grupo Lufthansa que normalmente sairiam de Portugal numa sexta-feira normal, 5 serão cancelados.

Cerca de cinco mil dos 10 mil pilotos da companhia aérea estão a fazer greve e exigem um aumento de 20% do ordenado, o que corresponde a 3000 euros.

Sábado: mais cancelamentos

Hoje ainda a companhia já informou que vai cancelar no sábado 137 voos, dos quais 88 são ligações intercontinentais. A Lufthansa estima operar 2.863 voos dos 3.000 previstos para sábado, mas prevê ainda a possibilidade de cancelamentos pontuais de voos de curta e média distância, como consequência das paralisações nos dias anteriores.