Lufthansa com “estabilidade num ambiente de mercado desafiante”

Lufthansa com “estabilidade num ambiente de mercado desafiante”

Categoria Business, Transportes

A Lufthansa anunciou os resultados dos primeiros nove meses do ano, em que se atingiram bons resultados, apesar do “ambiente de mercado desafiante”. A companhia atingiu um EBIT – resultado operacional da empresa – de 1,677 milhões de euros, o que está “perto do nível anterior”.

“O Grupo Lufthansa está a desenvolver-se com estabilidade num ambiente de mercado difícil”, disse Carsten Spohr,  CEO da Deutsche Lufthansa. “Nós estamos a responder às pressões de preços no setor dos transportes aéreos com capacidade e disciplina de custos”, referindo que “a marca Eurowings está a colher recompensas”.

O EBIT ajustado, um indicador chave para o sucesso do Grupo, ascendeu a 1,677 milhões de euros, nos primeiros nove meses do ano – 09% a menos que no ano anterior – porém, segundo comunicado, “é uma margem estável”.

Os volumes de passageiros aumentaram, mas as receitas de tráfego diminuíram 4,2% face às contínuas pressões sobre o preço do passageiro da frente e da carga total. Deste modo, ascenderam para 23,9 mil milhões de euros, um decréscimo de 1,8% face ao período homólogo.

As tendências dos resultados refletem uma diminuição das receitas unitárias e custos, recuando 5,8% no período de janeiro a setembro. Os preços permanecem sob forte pressão concorrencial nas rotas atlânticas, particularmente da América do Sul.

No tráfego de ‘hub’, pelo contrário, as receitas permanecem relativamente estáveis. A pressão sobre os preços diminuiu no mês de setembro graças a um desenvolvimento de reservas a curto prazo de clientes corporativos. Além disso, a Lufthansa aumentou a capacidade de crescimento com a promoção do produto ‘Premium Economy’.