Lusanova reforça nos Grandes Destinos e lança novo catálogo de praias

Lusanova reforça nos Grandes Destinos e lança novo catálogo de praias

A Lusanova apresentou na passada sexta-feira a sua programação para 2020-21, num evento que teve “casa cheia” no Hotel Dom Pedro Lisboa, com mais de 200 agentes de viagens reunidos. Entre as principais novidades está o reforço no catálogo Grandes Destinos, onde surgem novos itinerários na América, África e Médio Oriente e ainda o lançamento de um novo catálogo de praias.

Tiago Encarnação, diretor operacional do operador turístico, em declarações à imprensa fez questão de explicar que esta nova brochura surge “porque tivemos uma procura cada vez maior no catálogo Grandes Destinos por destinos de praia”. E assim, tal como já fez com a Índia, destino que conta hoje com um catálogo próprio, a Lusanova decidiu avançar com o catálogo “Praias Exóticas & Tropicais”, destacando destinos como as Seicheles, Maldivas, Maurícias, Brasil ou Filipinas, “com o objetivo de ter um produto mais exclusivo, com experiências mais inovadoras e diferentes do que o mercado oferece”, adianta o responsável. Assim, o operador lança programas de 10 dias como as Seicheles desde 1885€, Maldivas desde 1665€, Brasil desde 1480€ ou Zanzibar desde 1580€, entre outros.

Nos Grandes Destinos, as novidades e os destaques passam por “O Melhor de Marrocos”, “Egipto Eterno”, “Dubai e Sultanato de Omã”, “Gigantes da América”, “Cruzeiro no Alasca com Denali”, “Cruzeiro nas Ilhas Galápagos” e ainda “Peru – dos Incas à Amazónia” ou “Peru com Deserto de Atacama”.

O operador contará, na programação de 2020-21, no seu catálogo dos Grandes Destinos, com um total de 79 circuitos para um mínimo de dois participantes, 27 destinos disponíveis com reservas online, 12 são com guia em língua portuguesa e 21 destinos de lua-de-mel. Nos Circuitos, Tiago Encarnação destaca o Báltico e a Escandinávia, onde foi feito o maior reforço este ano. Mas entre as novidades e outros destaques contam-se ainda o “Circuito Transmontano” de cinco dias, “Reviver a EN2 Portugal Norte a Sul” em seis dias, “Lourdes, Andorra e Barcelona” em sete dias, “Portugal Gourmet” ou “Lapónia, Ilhas Lofeten e Cabo Norte, em oito dias, entre alguns outros.

Covid-19: alguns cancelamentos e novos destinos de procura
Face à atual situação provocada pelo Covid-19, Tiago Encarnação não esconde que, depois de um 2019 onde se registou um crescimento de dois dígitos e “os objetivos foram cumpridos”, se verifica agora alguma retração. Desde logo com a China, para onde a operação da Lusanova de março e abril foi cancelada logo que começaram a surgir notícias do vírus. “Mas começámos a ter procura para outros destinos”, garante o responsável, acrescentando que “o resto da Ásia está a vender-se, a procura está a ser redirecionada para América, África e Médio Oriente”.

Inês Gromicho