Mais de 97% dos participantes recomendam os Workshops Internacionais de Turismo Religioso

Mais de 97% dos participantes recomendam os Workshops Internacionais de Turismo Religioso

Entre os dias 7 e 9 de março de 2019 decorreram os VII Workshops Internacionais de Turismo Religioso (WITR). Além de um dia de conferência, onde se discutiu temas como Destinos de Peregrinação e Turismo Religioso: fatores de (re)valorização, Rotas Culturais da Europa – oportunidades e desafios para a competitividade e inovação dos destinos, o programa dos WITR contou ainda com uma Bolsa de Contactos onde participaram apenas os profissionais inscritos pelos públicos Hosted Buyers e Suppliers e cujas reuniões foram pré-agendadas.

Durante os três dias da bolsa de contactos realizaram-se mais de 5 mil reuniões one-to-one, estando presentes aproximadamente 1.000 participantes entre os quais 156 Hosted buyers, 156 Suppliers e 56 Expositores, todos especialistas em turismo religioso e peregrinações, neste que é o maior encontro mundial de profissionais deste segmento turístico.

No âmbito dos WITR foram feitos dois questionários: um a Suppliers e Expositores e outro a Hosted Buyers. Alexandre Marto, vice-presidente da ACISO, menciona que “a informação recolhida através destes questionários é fundamental para que possamos ter informação precisa por parte dos participantes nestes Workshops. Só desta forma podemos continuar a crescer e a permitir que cada edição seja mais enriquecedora para todos os envolvidos.”

Dados relativos a Suppliers e Expositores:

  • 85.42% considera que esta foi a melhor edição até agora e que superou a dos anos passados.
  • 89.47% concorda com o modelo do encontro e 93.75% aprova o modelo do encontro para o próximo ano.
  • Dos 64.38% que participaram em edições anteriores, 91.67% estiveram na edição de 2018.
    Quanto à evolução do congresso, 25.81% considera que a evolução da tradução foi bastante significativa e 84.29% concorda com a existência do congresso, tendo em conta o espírito dos WITR.
  • Quando questionados sobre o sucesso e futuro da organização, 67.19% acha que é necessário manter um balanço entre mercados maduros e emergentes.
  • Dos Suppliers e Expositores, 68.75% afirma que a evolução dos one-to-one meetings é boa e 78.13% disse ter realizado novos negócios, no decorrer do evento.
  • No que toca à organização do evento, metade dos inquiridos avalia o secretariado como “muito bom”, 98.44% quer participar no evento do próximo ano e 100% recomenda o evento.

Dados de Hosted Buyers 

  • Mais de 90% dos inquiridos afirma que a sua empresa é focada em tours católicas. Cerca de metade dos inquiridos afirma que 75% das operações da empresa são focadas no turismo religioso, dos quais 29.09% enviam entre 250 e 500 pessoas por ano para destinos religiosos.
  • Antes da WITR, os hosted buyers costumavam comprar pacotes para Fátima através de DMC`S portuguesas.
  • O destino mais vezes escolhido para indicarem aos seus clientes é Fátima e, de seguida, Batalha.
  • Mais de 80% vendiam Fátima com outros destinos, dos quais 78.85% a vendiam juntamente com Lisboa.
  • Quanto à estadia em Fátima, os pontos positivos mais vezes destacados são a organização global do evento e o alojamento.
  • Relativamente aos painéis e oradores, a maioria acha que a escolha dos temas foi bastante adequada e mais de metade acha que o evento esteve bem organizado.
  • Quanto aos meetings, mais de 90% considera que o sistema de reuniões, resultados e plataforma são bons, dado que 87,04% concorda com a continuação deste modelo de trabalho para as seguintes edições.
  • 96,23% considera que fazer o evento numa data próxima antes da BTL foi uma boa opção e que a escolha do mês foi bastante acertada.
  • O saldo é bastante positivo. A totalidade dos inquiridos fez negócio com algum dos fornecedores, 98.15% vão começar a utilizar companhias portuguesesas depois do evento e, tendo em consideração todo o espírito do IWRT, 96.30% concorda com a existência e continuação da conferência.

Os VII Workshops Internacionais de Turismo Religioso foram organizados pela ACISO – Associação Empresarial Ourém-Fátima, em colaboração com a Câmara Municipal de Ourém, e com o apoio do Santuário de Fátima, do Turismo do Centro de Portugal, Turismo de Portugal e da Câmara Municipal da Guarda em conjunto com a Rede de Judiarias para apoiar o segmento específico de Herança Judaica.