Marriott quer abrir 60 novos hotéis nas Caraíbas e América Latina até 2018

Categoria Advisor, Internacional

A Marriott International anunciou prever um crescimento de 75% na distribuição nas Caraíbas e América Latina entre 2015 e 2018, incluindo triplicar a presença da companhia no Brasil, com a adição de 11 novos hotéis nesse mercado.

A Marriott tem hoje 93 hotéis abertos e mais de 60 em desenvolvimento nas Caraíbas e América Latina, incluindo 11 novos hotéis em seis cidades brasileiras. O grupo planeia investir aproximadamente 100 milhões de dólares (cerca de 88,8 milhões de euros) no Brasil para lançar quatro das suas marcas essenciais modernas: Courtyard by Marriott, Residence Inn by Marriott, Fairfield Inn by Marriott e AC by Marriott. Sete dos 11 hotéis planeados já estão a ser construídos, e serão detidos pela Marriott ou por parceiros brasileiros. Ao longo do tempo, a Marriott espera vender os seus ativos hoteleiros, mantendo acordos de gestão a longo prazo.
Este ano, a empresa abriu oito hotéis na região das Caraíbas e América Latina, esperando abrir mais nove até ao final do ano, exibindo o vasto portfólio do grupo com marcas de renome mundial, incluindo hotéis como o Marriott Port-Au-Prince (Haiti); Guyana Marriott Hotel, o relançamento do icónico Renaissance Jaragua Santo Domingo hotel (República Dominicana), Sortis Hotel, Spa & Casino Autograph Collection (Panamá); Courtyard by Marriott Santiago (Chile); Courtyard by Marriott Lima Miraflores (Peru); Courtyard by Marriott Bogota Airport (Colômbia); AC by Marriott Guadalajara (México); Fairfield Inn Queretaro (México). A Marriott também deverá abrir o seu 100º hotel na região em novembro deste ano, o JW Marriott Puerto Los Cabos, no México.