Ministro da Economia acredita que é possível um equilíbrio entre “necessidade de viajar” e “uma melhor gestão dos recursos”

Ministro da Economia acredita que é possível um equilíbrio entre “necessidade de viajar” e “uma melhor gestão dos recursos”

Categoria Advisor, Política

Pedro Siza Vieira, ministro da Economia e da Transição Digital, marcou hoje presença, através de uma gravação, no “A World for Travel – Évora Fórum”, que decorre até amanhã na Universidade de Évora. Naquela que é a 1ª edição da conferência mundial sobre turismo sustentável, o governante fez questão de lembrar que, antes da pandemia de Covid-19, eram várias as queixas sobre turismo em excesso e a necessidade de limitar a circulação de turistas pelo mundo, dado o impacto que têm sobre o planeta. “Agora que o turismo despareceu, percebemos que, de facto, gostamos de viajar, sentimos essa necessidade”, e que “o impacto do turismo em termos económicos e de criação de emprego é uma oportunidade de construir o bem”. O ministro acrescentou que a pandemia veio mostrar que “a questão do turismo em excesso tem que ser gerida” em conjunto com estes dois efeitos positivos do turismo.

Para Pedro Siza Vieira, “a melhor gestão de recursos, usando tecnologias digitais e uma maior diversificação de destinos e gestão de fluxos turísticos pode ser facilitada pelo uso de novas tecnologias”. E acrescenta: “É este o nosso compromisso em Portugal”.

O ministro explicou então que “vamos investir em novas tecnologias, apoiar as cidades e as empresas na melhor gestão de recursos” e assim “mitigar o impacto da atividade do turismo”.

O governante acredita que “o mundo tem muita fome de viajar e que o turismo irá voltar em força”, alertando que não podemos “voltar à normalidade” mas sim “construir um futuro melhor e mais resiliente”.

Inês Gromicho