Mix2Travel disponibiliza plataforma que permite criar pacotes dinâmicos em “apenas 20 segundos”

Mix2Travel disponibiliza plataforma que permite criar pacotes dinâmicos em “apenas 20 segundos”

Categoria Business, Empresas

Fundada por Catarina Lopes, CEO da empresa, João Barbosa e Paulo Martins, business advisors, a Mix2Travel apresenta um serviço “chave na mão” que “pretende revolucionar a forma de vender produtos turísticos online”. Num encontro com a a imprensa, em Lisboa, Paulo Martins explicou que, tendo como base três áreas distintas dentro do turismo (soluções tecnológicas, conteúdos e serviços), a Mix2Travel traz para o mercado uma plataforma tecnológica de e-commerce “única” na indústria do turismo nos segmentos B2B/B2B2C/B2C e Enterprise globais, que vem “acrescentar valor” às empresas do setor.

Direcionado para as “agências de viagens, operadores turísticos, DMC´s, hotéis, empresas de transportação”, entre outros, o projeto conta, na área da aviação, com uma parceria com os três principais GDS do mercado. De acordo com Paulo Martins, a Mix2Travel desenvolve também soluções para parceiros fora do setor. “Quando dizemos que desenvolvemos soluções para turismo não quer dizer que é só para parceiros de turismo. Qualquer empresa hoje que queira entrar na área do turismo nós conseguimos que essa mesma entidade possa desenvolver venda de produtos turísticos em 24 horas”.

Aos jornalistas, o responsável acrescentou que o intuito da Mix2Travel não é “mudar a tendência do mercado”, mas sim segui-la. “Achamos que no mercado português ainda existe um determinado estigma que é o não aceitar aquilo que o cliente requer já e continuar a achar que a distribuição hoje manda no apetite do cliente”. Assim, explica Paulo Martins, um dos principais destaques da empresa é a oportunidade que é dada ao cliente de construir o seu pacote turístico, recorrendo à vasta oferta disponível que congrega mais de 2700 destinos, hotéis, voos, transferes, seguros, entre outros. A solução é apresentada ao cliente “em apenas 20 segundos”, destaca o responsável. No caso das agências de viagens, a solução apresentada é “modular”, ou seja, “depende do que procura cada agência”, pois há aquelas que preferem sites “white label”, mas outras que optam por sites personalizados. Assim, “além dos canais de venda que disponibilizamos às agências de viagens, que tem a ver com o site, com as apps, o call center, ou seja, todos os canais de venda que disponibilizamos, depois damos os serviços, isto é, uma agência de viagens que não quer fazer produto, nós fazemos por ela, uma agência de viagens que não quer fazer contact center, nós fazemos por ela”, explica Paulo Martins, destacando que a Mix2Travel não só oferece uma opção de site ao mercado, como “optimiza e capitaliza esse website a nível de vendas”.

A Mix2Travel tem estado a apresentar o produto ao mercado português. Segundo Paulo Martins, a reação das empresas tem superado as expetativas, principalmente nos setores da hotelaria e agência de viagens.

Raquel Pedrosa Loureiro