Movijovem: Pousadas da Juventude asseguram férias “em segurança”

Movijovem: Pousadas da Juventude asseguram férias “em segurança”

Categoria Advisor, Associativismo

A diretora-geral da Saúde afirmou esta terça, à entrada para a sessão de lançamento do selo Pousada de Juventude Segura, que quem optar pelas Pousadas de Juventude para as suas férias deste ano “fica bem instalado e fica seguro”, refere a Movijovem em comunicado.

A Direção-Geral da Saúde valida assim a operação da Movijovem, gestora das Pousadas de Juventude em Portugal, com um dístico que ficará presente em todas as 42 unidades da rede de alojamento, uma das maiores do país e com maior dispersão geográfica.

O selo Pousada de Juventude Segura é resultado de um compromisso por parte da Movijovem com um conjunto de medidas de higiene e segurança que estão vertidas num renovado Guia de Operações. O documento ajusta a atividade das Pousadas de Juventude à fase de desconfinamento e é resultado de meses de colaboração entre as duas entidades, que foram iniciados logo no início da crise pandémica, quando as Pousadas disponibilizaram toda a infraestrutura para o apoio ao combate à Covid-19.

Nas palavras do presidente da Movijovem, Nuno Coelho Chaves, este selo confirma que as Pousadas de Juventude vão “além do legalmente exigido” e que cumprem “com zelo e de forma ampla, todas as regras de segurança e higiene. É uma garantia para todos os jovens de que estamos abertos para recebê-los, a partir do dia 15 de julho, de forma segura e com confiança”.

Além do selo lançado esta terça-feira foi assinado um protocolo de colaboração que colocará as Pousadas de Juventude como espaços de promoção da saúde e de estilos de vida saudável, o que se soma às funções que já assumiam ao nível da cidadania e do intercâmbio cultural.

“Os nossos corredores sempre foram locais de partilha, de cidadania, de reflexão sobre o país e sobre nós próprios. O tempo que hoje vivemos exige que os nossos corredores sejam agora, também, sinónimo de uma cidadania ativa e informada para prevenir o contágio deste vírus”, realça Nuno Coelho Chaves.

António Lacerda Sales, secretário de Estado da Saúde, destacou o “passo em frente” dado pela organização, reiterando que este pode ser “exemplo para outros organismos e entidades”, e também o papel pioneiro das Pousadas de Juventude no combate à pandemia: “Lembro-me bem do dia em que o Nuno Coelho Chaves disse ao Ministério da Saúde: podem contar connosco. Recordo-me da incerteza desses tempos, lembro-me de que nunca questionou como seria o day-after, como seria, por exemplo, a desinfeção dos espaços depois de usados no âmbito da resposta à Covid-19″.

A resposta solidária dada pelas Pousadas de Juventude é também sublinhada por João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e Desporto, que tutela diretamente a organização. “O selo, bem como o protocolo que hoje é celebrado e a cooperação que vamos continuar com a DGS e com o Ministério da Saúde são motivos de orgulho para todos nós, e eu quero aqui sublinhar que sinto mesmo este orgulho no trabalho da Movijovem”, assevera