MSC World Europa movido a LNG deve começar a navegar em 2022

MSC World Europa movido a LNG deve começar a navegar em 2022

Categoria Business, Transportes

O MSC World Europa, o primeiro navio da MSC Cruzeiros movido a gás natural liquefeito (LNG), está previsto começar a navegar em 2022 , anuncia a MSC Cruzeiros em comunicado. A tradição marítima da Cerimónia da Moeda realizou-se esta segunda-feira nos estaleiros Chantiers de l’Atlantique em Saint-Nazaire, França. A companhia de cruzeiros recorda que o MSC World Europa é dos navios mais avançados tecnologicamente e ambientalmente da sua classe.

Zoe Africa Vago, filha de Alexa Aponte-Vago e do seu marido, Pierfrancesco Vago, Executive Chairman da MSC Cruises, e Aurore Bezard do Departamento de Recursos Humanos dos Chantiers de I’Atlantique realizaram a o ritual tradicional marítimo como madrinhas, representando o proprietário e construtor do navio ao colocarem as duas moedas debaixo da quilha como sinal histórico de benção e boa sorte para o projecto e para a vida operacional do navio no mar.

Pierfrancesco Vago, Executive Chairman da MSC Cruises, sublinhou que o  MSC World Europa é “mais uma prova do nosso compromisso para com a gestão ambiental, pois está preparado para reduzir as emissões de carbono ainda mais do que muitos outros navios de cruzeiro existentes movidos a LNG, que é actualmente o combustível mais ecológico para operações marítimas comerciais. Com este navio, reconfirmamos também a nossa crença em investir em tecnologia ambiental avançada de modo a alcançar o nosso objectivo a longo prazo de operações com emissão zero”.

Por seu turno, Laurent Castaing, General Manager dos Chantiers de l’Atlantique, declarou que “é com muito orgulho que iniciamos a construção de um navio que determinará os padrões para o cruzeiro do futuro. Este é um marco essencial na história da nossa cooperação de 20 anos com a MSC Cruzeiros, que resultou já em alguns dos navios de cruzeiro mais inovadores já construídos”.

O MSC World Europa terá disponível um novo sistema demonstrador de 50 quilowatts que incorpora a tecnologia de célula de combustível de óxido sólido (SOFC) e utiliza o LNG para produzir eletricidade e calor a bordo, a primeira vez que uma célula de combustível movida a LNG será usada num navio de cruzeiro. Esta solução SOFC abastecida a LNG reduzirá as emissões de gases de efeito estufa (GEE) em cerca de 30% em comparação com um motor LNG convencional, sem emissões de óxidos de nitrogénio, óxidos de enxofre ou partículas finas. Oferece também a vantagem de ser compatível com LNG, bem como vários combustíveis baixos em carbono, como tipos de metanol, amónia e hidrogénio.

O MSC World Europa terá também disponível um sistema de tratamento de águas residuais de nova geração que supera alguns dos padrões regulamentados mais rigorosos do mundo, para além de outras tecnologias ambientais de última geração.

O MSC Virtuosa, o próximo navio emblemático da MSC Cruzeiros, encontra-se actualmente em construção em Saint-Nazaire e a preparar-se para ser entrega no próximo ano. A companhia tem ainda encomendas fixas com os Chantiers de l’Atlantique para dois navios adicionais movidos a LNG, um para cada uma das classes de navios, MSC World e Meraviglia.