Nortravel lança caderno exclusivo de Portugal no Brasil

Nortravel lança caderno exclusivo de Portugal no Brasil

Categoria Business, Ot's Av's

Esta é uma das grandes novidades da Nortravel para 2016. O operador turístico português apresentou, já na ABAV-Feira das Américas, que decorreu a semana passada em São Paulo, um caderno exclusivo para o mercado brasileiro com 32 páginas de produto só para Portugal. Segundo Nuno Aleixo, diretor da Nortravel Brasil, “pela primeira vez, o operador vai estruturar produto com autocarro próprio e guia, exatamente o mesmo conceito que faz no resto da Europa”.

Segundo o responsável, o roteiro, que tem a duração de quinze dias, permitirá conhecer vários locais portugueses, entre os quais, Fátima, Óbidos, Nazaré, Coimbra, Porto, Braga, Guimarães, Lamego, Serra da Estrela, Belmonte, Castelo Branco, Alentejo, Vilamoura, Arrábida, Setúbal e Lisboa. No Norte, haverá um dia livre para os passageiros conseguirem visitar o Douro. “Temos um itinerário que começa no Porto e termina em Lisboa, outro que começa e finaliza em Lisboa e temos outro que começa em Lisboa e termina no Porto”, acrescentou o responsável.

A ideia é, segundo Nuno Aleixo, “aumentar este tipo de conceito”. “Em 2016 vamos lançar a Rota da Ceda no Uzbequistão com guia e estamos a ponderar outros itinerários para incrementar este produto, porque detectámos que, tendo a empresa 16 anos, há passageiros em Portugal que já fizeram todos os 22 circuitos europeus e estão à espera que a Nortravel apresente novidades”.

Em 2015, a Nortravel deverá registar um crescimento “próximo dos dois dígitos”.

Nortravel está a crescer 30% no Brasil este ano

O ano de 2015 está a ser bastante positivo para a Nortravel Brasil. Segundo Nuno Aleixo, o operador está com um crescimento superior a 30% em relação a 2014.  Apesar dos números não espelharem ainda a crise, uma vez que “os pacotes vendidos no Verão de Portugal e mesmo até ao Reveillon já foram adquiridos antes”, a perspetiva é que 2016 não seja um ano fácil. “Já estamos a ver que a empresa continua a trabalhar muito com orçamentação mas fecho de negócio não está a acontecer e esta altura já seria uma altura muito forte para fechar”, afirmou o responsável, acrescentando que “a mensagem que estamos a passar para os operadores brasileiros é que o destino Portugal num contexto europeu ainda continua a ser um destino atrativo globalmente com um custo beneficio superior a outros países concorrentes e estamos convictos que a nossa aposta vai ter de continuar em Portugal”.

Segundo Nuno Aleixo, no mercado brasileiro o destino mais procurado é Portugal. No nosso país, os brasileiros procuram Lisboa, no entanto, este ano registou-se um forte crescimento no “Porto e no Douro, Alentejo e Algarve, para além dos destinos consolidados como é Fátima”.