Notícias do Brasil… Por Cristina Lira

Notícias do Brasil… Por Cristina Lira

Categoria Advisor, Opinião

Por Cristina Lira

Direção da Corendon visita Natal a convite da Setur-RN

Direção da Corendon Operadora; secretária de Turismo do Rio Grande do Norte, Ana Maria da Costa; presidente da ABIH/RN, José Odécio Junior; diretor da Rede de Hotéis Aram, Andrade Filho

A direção da Corendon Operadora e Corendon Airlines a convite da secretária de Turismo do Rio Grande do Norte (RN), Ana Maria da Costa, vai visitar o RN, durante a primeira quinzena de fevereiro deste ano. O objetivo da viagem é uma reunião com a governadora do Estado, Fátima Bezerra, para tratar sobre o destino potiguar nas terras holandesas.

Na passada quarta-feira, dia 9 de janeiro, o voo charter entre Amsterdão e Natal foi lançado durante a feira Vakantibeurs, em Utrech, na Holanda. As operações da rota têm previsão no início em novembro deste ano, com duas frequências semanais, num total de 360 passageiros a cada sete dias. Os voos serão operados pela Corendon Airlines (empresa de origem turca, mas que atua fortemente no mercado holandês, belga e do Oeste da Alemanha).

O Rio Grande do Norte garantiu a presença, com stand próprio pela primeira vez, na feira internacional com recursos do projeto Governo Cidadão. Essa é uma oportunidade de divulgação dos cincos pólos turísticos do Estado, do artesanato potiguar e também dos produtos da agricultura familiar.

Segundo a titular da pasta de turismo, Ana Maria da Costa, a governadora Fátima incentivou a participação do Estado na feira que tem duração de cinco dias, com forte participação do público europeu. “A governadora Fátima entende o turismo como um fomentador primordial da economia do RN, portanto ela não mediu esforços para participação no evento”.

Muitas entidades importantes para o turismo do RN estão unidas: a ABIH/RN, Fecomércio/RN, as Prefeituras dos municípios de Natal, Maxaranguape e Tibau do Sul/ Pipa junto com a Setur/RN. “A comitiva que está presente veio promover o nosso destino e estreitar os laços com a Europa por meio do destino holandês, sabemos que precisamos melhorar a nossa malha aérea, tornando os preços mais competitivos e atraentes ao público. Juntos faremos o turismo mais forte”, explica a secretária Ana Maria da Costa.

Resorts Salinas comemoram 92% de ocupação em 2018 

Resorts Salinas

Os Salinas Maceió e o Maragogi encerraram o ano com uma receita de 145 mil reais e mais 50 50 mil reais em investimentos no novo empreendimento, o Japaratinga Lounge Resort.

Os resorts Salinas Maragogi e Salinas Maceió encerraram 2018 com 92% de taxa de ocupação anual, um aumento em relação ao ano anterior e ao mercado. A última pesquisa publicada pela JLL, Hotelaria Em Números, trouxe uma média de ocupação dos resorts de praia no Brasil de 58%, no ano de 2017. Esses números apresentam diferenças da performance apresentada pelos resorts Salinas em relação ao mercado, tanto em 2017 como em 2018.

Com esse resultado, o Salinas Maragogi vai expandir até o final do primeiro semestre de 2019 a sua capacidade de 268 para 302 apartamentos. Em 2018, o resort registou um crescimento de 30%, com 94% de ocupação e mais de 90 mil diárias que garantiram mais de 100 milhões reais em receita ao grupo.

Já o Salinas Maceió, com 153 unidades, fechou 2018 com 91% de ocupação, o equivalente a mais de 50 mil diárias e um rendimento de 45 milhões reais. Em 2019, o Salinas Maceió vai estar 60 dias fechado para uma reforma de modernização das UHs e da área de lazer. Apenas nos últimos dois anos, o resort recebeu investimentos que superaram 10 milhões reais.

“Apesar do cenário nacional não ser de crescimento, conseguimos não apenas manter, mas aumentar nosso desempenho em relação a 2017. Fortalecemos os nossos canais diretos, o nosso site e a nossa Central de Reservas, o que trouxe uma rentabilidade maior para nossas vendas. Em 2019, pretendemos seguir nesse caminho, fortalecendo cada vez mais esse contacto direto entre o cliente e os nossos resorts”, comenta Fernando Holanda, diretor de Marketing do Grupo Amarante. “A satisfação do cliente é o nosso foco e principal motivo deste crescimento”, acrescenta.

O sucesso alcançado em 2018 contribuiu para que o Grupo Amarante acelerasse o investimento de mais de 50 milhões reais no novo empreendimento: Japaratinga Lounge Resort, que será lançado em maio deste ano com 230 apartamentos, sendo o primeiro empreendimento de grande porte do destino, que faz parte da Área de Proteção Ambiental da Costa dos Corais. O Japaratinga Lounge Resort deve gerar mais de 500 empregos diretos e indiretos na região.

Ambos os resorts tiveram a maioria absoluta de todas as diárias vendidas por meio dos canais próprios, site ou telefone, o que já é uma marca registada do Grupo Amarante, o maior grupo hoteleiro de Alagoas, com mais de mil colaboradores. Um em cada cinco hóspedes que optaram por estes canais já estiveram nos resorts e fazem parte dos mais de 80% de hóspedes que dão nota 9 ou 10 quando questionados sobre a probabilidade de indicarem a experiência vivida no Salinas Maragogi ou no Salinas Maceió para um amigo ou colega.

Para 2019, a expectativa é de manter e melhorar este desempenho, incrementando investimentos e o padrão de qualidade oferecido aos hóspedes dos resorts Salinas.  “A qualidade no atendimento é a prioridade do nosso Grupo e o que faz com que os hóspedes repitam a estadia. Os nossos colaboradores estão sempre focados em trazer a melhor experiência possível a quem se hospeda connosco, e isso vai do check-in ao check-out, da venda ao pós-venda”, conclui Holanda.

Low Cost Argentina “mira” o mercado brasileiro

Florianópolis e Rio de Janeiro, os principais destinos dos turistas argentinos no país, são as cidades que a companhia aérea Flybondi pretende operar, no Brasil, em 2019. A empresa, que adota o modelo low cost, quer operar os seus voos com destino ao Brasil partindo da cidade de Córdoba e da capital, Buenos Aires. Os executivos da Flybondi apresentaram a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), na passada quarta-feira, os planos da companhia para este ano no mercado brasileiro.

Atualmente, a empresa opera voos para duas cidades fora da Argentina: Assunção, no Paraguai, e Punta del Este, no Uruguai.

“É fundamental para o turismo nacional a ampliação da oferta de voos internacionais, auxiliando a chegada de turistas ao país. O relacionamento com as companhias aéreas faz parte das ações estratégicas da Embratur para auxiliar a comercialização do turismo no Brasil”, declarou a presidente do Instituto, Teté Bezerra.

O diretor da Flybondi, Esteban Tossutti, explicou que a companhia traz para a América do Sul o modelo de sucesso na operação das empresas de baixo custo europeias e que são extremamente importantes para o turismo porque “os passageiros não gastam nos bilhetes aéreos, e sim nos locais para onde estão a ir os seus destinos de viagem”.

A reunião aconteceu um mês após a assinatura da Medida Provisória que permite a liberação de até 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras. O diretor da companhia aérea, Tossutti, disse ainda que “a criação da Flybondi aconteceu somente porque uma medida semelhante a esta foi aprovada na Argentina”. “O Brasil pode seguir esta tendência e, como consequência, surgirem novas empresas neste segmento”, afirmou.

A entrada de até 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras trata-se de uma das principais reivindicações da cadeia produtiva do setor, e deve ser analisada pelo Congresso Nacional nos próximos meses.

MATCHER assina parceria com Brazilian Luxury Travel Association

A MATCHER – Travel Business Opportunities, um encontro de negócios que acontece nos dias 28 e 29 de maio no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, confirmou a parceria com a Brazilian Luxury Travel Association (BLTA), entidade que conta com 36 membros, sendo 32 hotéis e 4 operadoras.

A partir deste ano, a MATCHER entra para o cronograma de eventos que a BLTA participa e incentiva os seus associados a fazerem negócios no encontro. “A proposta de ter reuniões pré-agendadas entre buyers e suppliers agrada muito os empresários do mercado de luxo brasileiros. É assim também que acontece em grandes eventos de renome internacional, e temos a certeza de que a MATCHER está voltada para o fechamento de parcerias”, analisa Simone Scorsato, diretora executiva da BLTA. “Queremos participar desde a primeira edição para entender a dinâmica do evento e aprimorar estratégias para o mercado de luxo nos próximos anos”, conclui.

De acordo com a diretora da MATCHER, Jeanine Pires, os associados da BLTA terão condições especiais para participar do evento. “Sabemos que parte dos estrangeiros que desembarcam no Brasil procuram por experiências exclusivas. Contar com a BLTA é ter a certeza de que mostraremos aos buyers de mais de 20 países alguns dos melhores produtos e serviços turísticos do nosso País. Esta parceria trará ótimos resultados de negócios para todos os envolvidos”, afirma.

A MATCHER é uma plataforma de negócios virtual e presencial, que identifica e conecta interesses de negócios entre fornecedores brasileiros e compradores internacionais de produtos e serviços turísticos dos segmentos de lazer, corporativo e MICE. Os suppliers e buyers começam a relacionarem-se online, pela ferramenta de “match making” e, em maio encontram-se presencialmente a partir da agenda gerada de acordo com interesses prévios de negócios.