Novo terminal de passageiros aumenta capacidade do aeroporto da Praia

Novo terminal de passageiros aumenta capacidade do aeroporto da Praia

Categoria Advisor, Internacional

O novo terminal do aeroporto da capital cabo-verdiana, que começou a funcionar na madrugada de domingo, irá aumentar a capacidade de processamento de passageiros de 700 para 1.100 por hora, avançou a agência Lusa.

“O novo terminal do Aeroporto da Praia, muito melhor equipado, terá maior capacidade operacional e estará preparado para dar resposta aos novos desafios do setor. Processará 1.100 passageiros por hora, em momentos de pico de tráfego, em vez dos atuais 700 passageiros por hora”, explicou a ASA – Aeroportos e Segurança Aérea à Lusa.

O edifício ocupa uma área útil de 1.925 metros quadrados e, segundo a ASA, a nova configuração permitirá o acesso a várias funcionalidades, nomeadamente: uma zona pública, uma área de ‘check-in’ para voos domésticos e internacionais, áreas de tratamento de bagagens, novos dispositivos de inspeção e filtragem de passageiros e bagagens, melhores acessos às zonas de partidas e chegadas, áreas de serviço e espaços comerciais.

“A operacionalização do terminal de passageiros significará uma melhoria significativa no processamento do passageiro, mais conforto e segurança para os clientes, utentes e operacionais do aeroporto”, adianta a ASA.

O aeroporto Nelson Mandela está a ser alvo, desde 2015, de obras de ampliação e modernização, com conclusão prevista para junho, devendo a infraestrutura estar plenamente funcional em julho.

“Até à conclusão das obras, persistirão alguns constrangimentos para os passageiros, sobretudo à chegada”, alerta a ASA.

Com a intervenção, o aeroporto irá duplicar a capacidade de acolhimento de passageiros dos atuais 500 mil para um milhão até 2035. Além da extensão do terminal de passageiros, as obras incluem também a remodelação do terminal de cargas e a extensão da plataforma de estacionamento de aeronaves.

O aeroporto internacional Nelson Mandela, inaugurado em 2005, passará a ocupar uma área de 10.700 metros quadrados, mais 3.740 metros quadrados.

O investimento inicial para expandir o aeroporto foi de 29 milhões de euros, mas obras adicionais solicitadas entretanto aumentaram o investimento em 35%, segundo disse recentemente a ministra das Infraestruturas, Eunice Silva, durante uma visita às obras.

As obras de remodelação e ampliação do aeroporto internacional da Praia são cofinanciadas pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD – 7,5%) e pelo Governo de Cabo Verde (12,5%) e estão a cargo de um grupo português.