Ocupação da hotelaria em Lisboa decresce em janeiro

Ocupação da hotelaria em Lisboa decresce em janeiro

No primeiro mês do ano, verifica-se que o Preço Médio por Quarto Vendido (Average) é de 74,36 euros, o que representa um aumento de 5,1 por cento, quando comparado com o mesmo período de 2015. De acordo com os dados do Observatório do Turismo de Lisboa, no global, as unidades de três estrelas apresentam a variação mais acentuada (11,7 por cento), materializando-se nos 50,49 euros. Seguem-se as unidades de cinco e quatro estrelas. Em matéria de RevPar (Preço Médio por Quarto Disponível), o mês de janeiro segue a mesma tendência, com um ligeiro aumento face ao período homó- logo do ano anterior, ao fixar-se nos 37,74 euros. O impulso positivo teve origem nas unidades de cinco e três estrelas, que registam um crescimento de 2,9 e 1,6 por cento, respetivamente. Ao analisar a taxa média de ocupação por quarto, no mesmo período, verifica-se que este indicador é o único que está em contraciclo, registando uma queda de 4,8%.

A Região de Lisboa registou, em janeiro de 2016, uma variação positiva no Preço Médio por Quarto Vendido (Average), face ao período homólogo do ano anterior. O maior crescimento verificou-se nas unidades de três estrelas (10 por cento para os 50,49 euros), seguindo-se as de cinco estrelas (6,3 por cento para os 123,71 euros) e as de quatro estrelas (1,6 por cento para os 59,19 euros). Ao analisar o Preço Médio por Quarto Disponível (RevPar) registou-se um ligeiro decréscimo, decorrente do desempenho das unidades de quatro estrelas. Em sentido inverso, houve crescimento nas unidades de três e cinco estrelas que fixaram-se nos 24,38 euros (6,7 por cento) e 51,97 euros (0,3 por cento), respetivamente. No mesmo período, a taxa média de Ocupação apresenta uma ligeira quebra (3,6 por cento para os 45,45 por cento).