OMT lança rastreador de recuperação turística

OMT lança rastreador de recuperação turística

Categoria Advisor, Política

À medida que um número crescente de países reduz as restrições às viagens, a Organização Mundial do Turismo (OMT) lançou um novo rastreador de recuperação do turismo enquanto ferramenta de apoio ao setor. É a mais recente ação concreta realizada pela agência especializada das Nações Unidas no seu papel de liderar a resposta do turismo global e orientar a recuperação.

O tracker, o painel de dados de turismo mais abrangente até hoje, é o resultado de uma colaboração entre organizações internacionais e o setor privado. Disponível gratuitamente, cobre os principais indicadores do comportamento do turismo por meses, regiões e sub-regiões, permitindo uma comparação em tempo real da recuperação do setor em diferentes partes do mundo e setores.

Todos dos dados chave do turismo no mesmo lugar

O rastreador de recuperação turística da OMT compila todos os dados de interesse num só lugar, oferecendo às administrações e empresas privadas a possibilidade de acompanhar a recuperação do turismo à escala global e regional, bem como obter informações sobre o principais destinos do turismo internacional, nos quais o rastreador mostra dados de:

  • Chegadas de turistas internacionais;
  • Capacidade de assentos em rotas aéreas internacionais e domésticas;
  • Reservas de passagens aéreas;
  • Pesquisas e reservas de hotéis;
  • Taxas de ocupação;
  • Demanda por aluguer de curto prazo.

O rastreador está disponível gratuitamente e é fruto do esforço colaborativo de um grupo de parceiros, incluindo a Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO), ForwardKeys, STR, Sojern e AIRDNA.

De acordo com o último Barómetro Mundial do Turismo da OMT, a queda drástica na demanda de viagens internacionais no período de janeiro a junho de 2020 traduz-se numa perda de 440 milhões de chegadas internacionais e cerca de 460 mil milhões de dólares americanos em receitas de exportação de turismo internacional. É uma perda quase cinco vezes maior que a receita do turismo internacional em 2009, a meio da crise económica e financeira global.

O rastreador foi anunciado no final da 112.ª reunião do Conselho Executivo da OMT, que se reuniu presencial e virtualmente em Tbilisi, na Geórgia, para unir forças para orientar a recuperação sustentável e responsável do turismo face aos efeitos da pandemia Covid-19.