Operação no Aeroporto da Madeira está a “normalizar”

Operação no Aeroporto da Madeira está a “normalizar”

Categoria Business, Transportes

A operação no Aeroporto Internacional da Madeira “tende a normalizar”, disse hoje à Lusa fonte da concessionária ANA – Aeroportos de Portugal, enquanto a TAP reconhece estar a fazer “os possíveis para minimizar os impactos nos passageiros”, noticia a Lusa.

As abertas na intensidade do vento na pista do Aeroporto Internacional da Madeira têm permitido aterragens e respetivas saídas das aeronaves e, de acordo com fonte da ANA, “a situação tende a normalizar no aeroporto, estando, neste momento, o tráfego a ser feito sem constrangimentos”. A mesma fonte afirmou ainda que “as melhorias das condições estão a permitir a operação”.

Um voo da companhia Transavia proveniente do Porto e que na página da internet da ANA aparece como cancelado foi direto à ilha do Porto Santo. “A Transavia tinha um slot para o Funchal, mas optaram por fazer a operação via Porto Santo”, explicou a mesma fonte. Esta companhia aérea tem optado por este desvio, seguindo depois os passageiros para o Funchal a bordo do navio Lobo Marinho – o ferry que faz as ligações inter-ilhas.

Já fonte da companhia aérea portuguesa, a TAP, reconheceu à Lusa que “a operação que está, neste momento, a ser feita é a possível no sentido de minimizar o impacto do mau tempo nos passageiros”, disse, reforçando “estar a ser feito tudo o que é possível”.

Apesar de a Madeira e toda a faixa costeira ocidental estarem entre hoje e quarta-feira sob aviso amarelo devido à previsão de vento forte com rajadas da ordem dos 80 quilómetros por hora, as abertas vão permitindo a aterragem de aviões que estão, também, a consentir a saída dos mesmos. Só para hoje estão previstos mais de 50 movimentos no aeroporto Internacional da Madeira que apenas se irão realizar na totalidade se o vento der tréguas.

Os fortes ventos que se fazem sentir no principal aeroporto do arquipélago da Madeira desde sexta-feira já provocaram o cancelamento de mais de 100 voos, afetando cerca de 15 mil passageiros, segundo um balanço feito na segunda-feira à tarde pela ANA.

*Foto de Reuters (Fonte: Notícias ao Minuto)