“Para sermos bons lá fora temos de ser bons cá dentro”

“Para sermos bons lá fora temos de ser bons cá dentro”

Categoria Advisor, Política

“O maior evento de reflexão do turismo em Portugal”, de acordo com Pedro Machado, presidente do Turismo do Centro, que registou este ano 586 inscrições, o Vê Portugal – 3º Fórum Turismo Interno, que decorreu no Convento São Francisco, em Coimbra, chegou hoje ao fim. Entre as suas conclusões destaque-se a defesa, nas conclusões, de que as Agências de Promoção Externa ganhem competências ao nível de Convention Bureau.

Numa súmula resumida das conclusões, registe-se a necessidade de uma maior perceção global, política, social, do que vale o turismo ao nível nacional. A necessidade que, ao nível da mobilidade, Portugal continue a investir num destino turismo inclusivo. Outro dos pontos destacados por Pedro Machado foi ao nível do domínio da investigação e informação, “que é decisivo para credibilizar o setor e para o desenvolver”.

Outra das notas que resultam desta terceira edição prende-se com “a valorização da oferta ou da procura no que diz respeito à governança, de modo responsável, cooperante para o desenvolvimento da atividade para o país”. Pois para Pedro Machado “a promoção só faz sentido se tivermos a montante aspetos consolidados de profissionalismo, para nos queremos posicionar em outros patamares. Internacionalizar tem de ser a ideia, mas precisamos de nos organizar melhor”.

Se para o presidente do Turismo do Centro “para sermos bons lá fora temos de ser bons cá dentro”, isto obriga a que se olhe para a componente “profissionalismo versus amadorismo, tendo em conta toda a cadeia de trabalho/valor que lhe está associado”.

Pedro Chenrim, em Coimbra