Parque Nacional da Peneda-Gerês junta-se ao movimento mundial do turismo de bem-estar

Parque Nacional da Peneda-Gerês junta-se ao movimento mundial do turismo de bem-estar

Categoria Destinos, Explore

Procurado por turistas em todo o mundo de forma crescente, o turismo de bem-estar é o mote para um novo programa agora lançado pela Câmara Municipal de Terras de Bouro, município que abrange alguns dos principais ativos naturais do único parque nacional português, a Peneda-Gerês.

Assinalados pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (CMVT) como duas das principais tendências dos viajantes, o turismo de bem-estar e a procura por experiências inovadoras encontram na Mata da Albergaria, nas cascatas e lagoas, nos miradouros e nos percursos pedestres organizados, alguns dos trunfos deste território da região do Minho. Ainda segundo o CMVT, fórum internacional reconhecido como único representante global do setor de viagens e turismo, e do qual fazem parte mais de 150 das principais empresas de viagens e turismo mundiais, na sequência da pandemia, “as pessoas vão procurar cuidar das suas mentes e corpos em destinos de wellness como nunca antes”. Por seu lado, a organização sem fins lucrativos Global Wellness Institute (GWI), nota que, se em 2020 este segmento do mercado turístico teve uma avultada queda de 39,5%, para pouco mais de 400 mil milhões de euros, o tempo é de recuperação fulgurante. Assim, perspetiva o GWI, o crescimento anual do wellness tourism superará os 20%, alcançando um bilião de euros anuais (cerca de cinco vezes o PIB português) já em 2025. Uma das explicações para este esperado volume de negócios é o elevado gasto por turista aderente ao conceito de turismo de bem-estar.

No âmbito do projeto Minho Tourism Design Experience, financiado pela estratégia de eficiência colectiva PROVERE Minho Inovação, o município de Terras do Bouro propõe um produto que combina o turismo de Wellness com o património natural e cultural deste território. Um dos objetivos é o combate à sazonalidade, aproveitando também o interesse de turistas internacionais para quem as altas temperaturas não são essenciais para desfrutarem da natureza.

“Um dos nossos objetivos visa promover e reforçar a oferta turística da região, com vista a atrair turistas de novos segmentos de mercado e a potenciar novas oportunidades de negócio para os operadores turísticos locais e nacionais”, explica Manuel Tibo, presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro. ”Estamos a trabalhar na criação de experiências turísticas assentes no conceito de wellness, um dos segmentos em crescimento a nível mundial. O turismo associado ao wellness e à Natureza é uma das principais tendências e vai ao encontro das características naturais e únicas deste território de Terras de Bouro e do Parque Nacional da Peneda-Gerês”, salienta o presidente do município.

Os programas organizados sob a marca “MINH2O Tourism Experience by Terras de Bouro” apelam a várias das motivações para viajar identificadas num estudo recente da plataforma Booking. A saber: fuga ao sedentarismo; libertação de telemóveis e computadores, num conceito de Detox digital; atividades outdoor; desportos aquáticos; passeios a pé e de bicicleta; interação com os locais, com os seus usos e costumes, e com a gastronomia. Neste mesmo estudo, no qual foram auscultadas 24 mil pessoas, 79% dos inquiridos admitiram que viajar ajuda mais a sua mente e o seu bem-estar emocional que outras formas de cuidados.

Tours na natureza, observação da vida animal, técnicas espirituais e campismo e glamping, são atividades contempladas no wellness tourism, e que se cruzam com estes programas turísticos que integram os agentes económicos locais e que serão também apresentados aos operadores turísticos nacionais focados no incoming.