Politécnico de Leiria promove “Turismo responsável para um impacto mais inclusivo e positivo” em workshop internacional

Politécnico de Leiria promove “Turismo responsável para um impacto mais inclusivo e positivo” em workshop internacional

Categoria Advisor, Formação

“Turismo responsável para um impacto mais inclusivo e positivo” é o tema do workshop internacional, que decorre entre os dias 6 e 14 de setembro, na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR) do Politécnico de Leiria. Esta iniciativa promete valorizar e qualificar a experiência turística através do design nos quatro lugares patrimoniais sediados na Região Centro e integrados na lista de Património da Humanidade da UNESCO: o Convento de Cristo, em Tomar; o Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça; o Mosteiro de Santa Maria da Vitória, na Batalha; e a Universidade de Coimbra – Alta e Sofia.

“Afinal, como é que a reflexão e a prática do design podem contribuir para a problemática de um turismo crescente e sem precedentes? Este workshop foca-se na questão do impacto do turismo hoje, abordando os seus aspetos económicos, ambientais e culturais, bem como os seus representantes e estereótipos”, explica Carla Cardoso, docente da ESAD.CR e responsável pelo workshop.

Esta formação destina-se a todos os estudantes atualmente matriculados em programas de licenciaturas, mestrado e doutoramento nas áreas do design em instituições portuguesas de ensino superior, que pretendam criar e explorar projetos originais relacionados com os quatro locais mencionados do Património Mundial da Humanidade da UNESCO na Região Centro de Portugal. Os estudantes são desafiados a abordar, analisar e reagir ao mesmo território a partir de múltiplas perspetivas.

Os participantes podem selecionar um de três workshops, com uma de três dimensões: construir (design de serviços relacionados com visitar/viver nas redondezas de cada um locais), desconstruir (novas leituras, experiências e perspectivas para cada local, com o uso de modelos de design especulativos, performativos e até fictícios), e preservar (aprender através de vários ofícios, como a cerâmica ou a escultura, como aproveitar ao máximo os recursos naturais e humanos da região). Desta forma, pretende-se criar metodologias e resultados específicos, através dos quais o design pode fomentar um turismo responsável nestes quatro locais.

O workshop inclui trabalho de campo, com excursões e visitas aos locais, e trabalho em grupo. No dia 14 de setembro são apresentados e discutidos em sessão pública os resultados de todo o trabalho efetuado pelos participantes. Esta formação integra também um grupo internacional de 25 estudantes de Design da Zurich University of the Arts.

A participação é gratuita e as inscrições estão disponíveis em: http://responsibletourism.pt/ até dia 19 de julho. Os candidatos selecionados são anunciados no início de agosto.

Este workshop é promovido pelo Turismo do Centro de Portugal, em parceria com os municípios de Alcobaça, da Batalha, de Coimbra e de Tomar, a Universidade de Coimbra e o Ministério da Cultura, através da Direção Geral do Património Cultural e da Direção Regional de Cultura do Centro. O projeto conta ainda com a colaboração da Futuro Sustentável – Associação Cultural, da Zurich University of the Arts e da ESAD.CR do Politécnico de Leiria.