Portugal Stopover deverá injetar 150 milhões de euros na economia em três anos

Depois do anúncio da encomenda de 53 novos aviões, do lançamento da TAP Express e da estreia da ponte aérea que liga Porto a Lisboa a todas as horas do dia, a companhia aérea portuguesa parte à conquista do mercado norte-americano. Primeiro com o lançamento de duas novas ligações para os EUA – Nova Iorque (JFK) e Boston- e agora com o arranque do programa “Portugal Stopover”, que pretende trazer para Portugal “uma boa fatia” dos “27 milhões de norte americanos que viajam para a Europa”. Apresentado ontem, em Lisboa, este novo programa que é fruto do trabalho conjunto da TAP com 150 entidades parceiras, permite que os passageiros de longo curso da companhia aproveitem a sua passagem pelos aeroportos das cidades do Porto e Lisboa para conhecer melhor o nosso país, podendo ficar até dias três dias numa destas cidades. O objetivo é, no próximo ano trazer a Portugal mais 150 mil turistas e duplicar o número em 2018. Para a economia portuguesa, afirmou Fernando Pinto, presidente da TAP, este programa representará, nos próximos três anos, uma injeção de “150 milhões de euros”. “São metas ambiciosas, mas acreditamos que a união faz a força”, complementou.

Não avançando o investimento, o presidente da companhia portuguesa afirmou que estamos perante um  “programa inédito desde a sua concepção à sua realização”, uma vez que juntou, “em tempo recorde”, a TAP e 150 parceiros.
O “Portugal Stopover” que oferece, segundo a TAP “dois destinos pelo preço de um “ e que arranca já esta semana, prevê a oferta de 15 mil garrafas de vinho português aos primeiros clientes que optem por fazer uma refeição num dos restaurantes parceiros, e oferecerá uma experiência na cidade assim como serviços exclusivos de que é exemplo a entrega das compras no hotel onde o turista está hospedado.
_DSC6697Divulgado nos canais tradicionais através das agências de viagens, o programa terá um forte enfoque no digital. Para isso, a TAP criou um site dedicado ao programa no qual os turistas poderão, em apenas três passos, fazer a sua reserva. Foi ainda criada uma app que serve de “guia turístico” para os viajantes. No futuro, é objetivo da companhia aérea fazer com que os turistas “possam partilhar nas redes sociais os seus melhores momentos” em Portugal, o que atrairá outros viajantes.
Na ocasião foi ainda assinado o manifesto subscrito pela TAP e os seus parceiros.

Veja o vídeo da campanha aqui.

Raquel Pedrosa Loureiro