Quadrante quer reposicionar-se no continente asiático em 2020

Quadrante quer reposicionar-se no continente asiático em 2020

O ano que se aproxima promete ser desafiante para o Quadrante que pretende enfrentar os novos desafios a que se propõe através do conhecimento e da formação. Jorge de Andrade, administrador do operador turístico, adianta que o seu reposicionamento no continente asiático será um dos desafios de 2020, em parceria com algumas companhias aéreas e outros parceiros, como unidades hoteleiras. “A Ásia foi desde o início o continente «marca» do Quadrante, agora queremos «aproximar» os continentes»”, sublinha.

Trazer para o departamento de reservas do operador grupos que ainda não têm o Quadrante como primeira opção será outro grande desafio, talvez “o mais desafiante, mas acreditamos que reunimos as condições para que a experiência seja positiva para todos”, garante o responsável, em declarações à Ambitur.pt.

Jorge de Andrade não deixa de lembrar que “há outros desafios que necessitávamos de trabalhar para vencer, mas esses são estruturais, afetam a nossa atividade e só os conseguimos ultrapassar juntos, num espírito diferente do atualmente existente no setor”.

O final do ano 2019 deverá trazer um aumento de 30% nas vendas do operador turístico, comparativamente com o ano anterior. O administrador do Quadrante admite que este resultado ficou “um pouco abaixo das expectativas iniciais” mas acredita que “as razões foram encontradas e superadas”. Este tem sido um ano em que a empresa apostou forte na área comercial, reforçando a equipa com dois novos colaboradores que vieram contribuir para um aumento das vendas que, diz Jorge de Andrade, “começa a aproximar-se dos objetivos impostos pela administração”. O responsável refere ainda que a aposta feita nos destinos da América Latina “deixam a empresa muito satisfeita, mas ainda há muito trabalho para fazermos, em especial na formação, junto dos profissionais”.

A formação é, pois, um desafio encarado pelo Quadrante com muita seriedade. O operador aposta sempre na formação dos novos colaboradores no sentido de “dar continuidade ao projeto Quadrante, com a qualidade e profissionalismo que sempre oferecemos aos agentes de viagens”, explica Jorge de Andrade.

Inês Gromicho