Reportagem parques temáticos: um mundo de diversão em família

Reportagem parques temáticos: um mundo de diversão em família

Aproximam-se as férias de verão. Altura em que as crianças dispõem de mais tempo livre e os pais procuram ocupá-los da melhor maneira possível. Escolher um parque temático para um dia divertido em família é cada vez mais uma opção a ter em conta, havendo sugestões um pouco por todo o país. Deixamos-lhe aqui algumas alternativas que podem ser um ponto de partida para momentos de lazer e também de aprendizagem.

Comecemos pelo Algarve onde o sol e praia podem ser complementados com uma visita a um dos vários parques de diversões, a maioria deles com uma forte ligação à água. A nossa escolha desta vez recai sobre o Zoomarine que, desde 1991, procura transportar adultos e crianças a um mundo de sonho e fantasia, criando emoções e sensações únicas, ao mesmo tempo que promove também o conhecimento, a preservação e a educação ambiental, de uma forma divertida.

Neste “mar de diversão”, situado em Albufeira, são muitas as propostas, com mais ou menos adrenalina. Pode visitar o aquário onde habitam espécies misteriosas dos nossos oceanos, experimentar a praia artificial de areia fina salpicada por vegetação tropical e ladeada por escorregas aquáticos ou assistir ao espetáculo de piratas onde não faltam acrobacias e peripécias. Outra atração que não passa despercebida aos visitantes é a possibilidade de interagir com os golfinhos roazes através do programa Dolphin Emotions. Os responsáveis do Zoomarine garantem que esta é uma “experiência única e inesquecível”.

Este ano, a grande novidade no Zoomarine é o Jurassic River, uma viagem aquática ao longo de um rio selvagem que atravessa uma selva tropical ladeada por desfiladeiros e quedas de água. Neste percurso irá deparar-se com os magníficos gigantes que habitaram o nosso planeta há milhões de anos. Além disso, o parque procedeu também a uma profunda remodelação da área das focas e dos leões-marinhos, dando lugar a um novo habitat, a Câmara de Lobos, e a uma nova apresentação: Sea of Adventures.

Outros parques no Algarve
• Aquashow Park, Quarteira
• Slide & Splash, Lagoa
• Aqualand, Alcantarilha
• Zoo de Lagos, Lagos

O contacto com a Natureza no Alentejo
Ainda a sul do país, no Alentejo, dedicámos o dia ao Monte Selvagem que, este ano, já foi distinguido com o Prémio Portugal Cinco Estrelas na categoria “Parques Temáticos”. Aqui a diversão também se alia a uma componente de respeito pela Natureza. Localizado em Lavre, no concelho de Montemor-o-Novo, este parque temático faz este ano 15 anos. Ana Paula Santos e o marido, Diogo Pinto Gouveia, quiseram proporcionar aos visitantes formas de entretenimento diferentes das habituais, de combate à vida agitada do dia-a-dia e, em simultâneo, alojar animais necessitados e sensibilizar e educar no sentido da preservação da Natureza.

No Monte Selvagem poderá conhecer cerca de 300 animais de cerca de 70 espécies selvagens e domésticas. Entre fevereiro e outubro, nesta reserva de 20 hectares, poderá deparar-se com avestruzes, elandes, gamos, macacos, cangurus, crocodilos, iaques ou watussis. O passeio de trator é obrigatório e permite-lhe contactar de perto com vários animais em semiliberdade.

Mas o Monte Selvagem também implica muita diversão, com o trampolim gigante a fazer as delícias dos mais novos, as casas nas árvores, o baloiço gigante, os escorregas e os slides a garantirem momentos de muita aventura. O parque dispõe ainda de zonas de merendas, cafetaria e loja de souvenirs.

Outros parques no Alentejo
• Aldeia da Terra, Évora
• Badoca Safari Park, Vila Nova de Santo André
• Fluviário de Mora, Cabeção

O primeiro parque de fauna e flora da Península Ibérica
Do Alentejo passamos para Lisboa e para aquele que foi o primeiro parque de fauna e flora da Península Ibérica: o Jardim Zoológico, que comemora o seu 135º aniversário este ano. Inaugurado em 1884, tem como missão atuar como um centro de conservação, reprodução e reintrodução de espécies ameaçadas. Mas também alia à conservação e educação uma forte componente de entretenimento pelo que um dia no Jardim Zoológico de Lisboa é diversão garantida para todas as idades.

Aqui encontrará cerca de dois mil animais de 300 espécies diferentes em instalações naturalistas, com lagos, cascatas, vegetação e substratos naturais, explica-nos Inês Carvalho, responsável de Comunicação e Marketing do Jardim Zoológico. Com um bilhete único terá acesso um experiências e apresentações diversas: descubra os Tigres de Sumatra na densa vegetação da Floresta Tropical Húmida, observe o comportamento de leões, girafas e elefantes da árida Savana Africana, divirta-se a aprenda algo sobre estes animais na apresentação da Baía dos Golfinhos, conheça de perto aves e répteis de todo o mundo no Bosque Encantado e, claro, surpreenda-se com a vista magnífica do teleférico.

As atividades programadas também são aliciantes, sendo que no dia 8 de junho, Dia dos Oceanos, haverá uma sensibilização ao impacto do plástico na vida marinha. Nos dias 26, 27 e 28 de julho está já a ser preparada a Festa dos Avós.

Outros parques em Lisboa
• Kidzania, Amadora
• Adventure Park, Jamor

A ciência é divertida na Lourinhã
Mais recente é o Dino Parque da Lourinhã, que abriu portas em fevereiro de 2018 e até agora já recebeu mais de 350 mil visitantes. O parque resulta de uma parceria entre o município da Lourinhã, o Museu GEAL e a DPI (Dinossaurier Park International) e assenta na ideia de que “A Ciência é divertida”, explica Luís Rocha, diretor-geral do espaço.

Concebido para todas as idades, no Dino Parque diversão e conhecimento andam de mãos dadas, disponibilizando várias áreas de exposição e de lazer, com cerca de 180 modelos à escala real. O Pavilhão das Atividades, por exemplo, permite que miúdos e graúdos sejam paleontólogos por um dia. Mas pode ainda embarcar numa viagem no tempo para conhecer mais sobre os dinossauros e também sobre os grandes monstros marinhos da história da Terra.

Os visitantes têm acesso a uma das coleções mais completas de fósseis do Jurássico no Pavilhão Central e, no Live Lab, podem observar as diferentes técnicas e materiais usadas pelos paleontólogos para preparar verdadeiros fósseis com milhões de anos para ser vista como uma peça “limpa” no museu.

A exposição ao ar livre é, segundo o responsável, o maior atrativo do Dino Parque. Ao longo de três quilómetros, cinco percursos conduzem-no a algumas das mais importantes épocas da história da Terra – o fim do Paleozóico, o Triásico, o Jurássico e o Cretácico – desde os primeiros animais à extinção dos dinossauros.

Outros parques no Centro
• Portugal dos Pequenitos, Coimbra
• Parque dos Monges, Alcobaça
• Exploratório – Centro Ciência Viva, Coimbra
• Norpark, Nazaré

A magia acontece em Penafiel
Na região Norte, mais concretamente em Penafiel, funciona desde há alguns anos já o Magikland, um parque de diversões que promete agradar a miúdos e graúdos. Junto ao parque da cidade, nas imediações do Rio Cavalum, na zona de Pussil, uma região do Vale do Sousa, este é um espaço onde a magia acontece, distribuindo-se por seis áreas temáticas em sete hectares, onde não faltam espaços verdes e espaços com água para momentos fantásticos em família.

A viagem no Magikland começa em África, com um safari nos pequenos camiões do Dakar, podendo sobrevoar África em aviões, passar pela Sanzala onde se encontram os carrinhos de choque e tentar não se molhar nos Bumper Boats. Segue-se o Mundo da Confusão onde poderá passear pelas ruas parisienses e deparar-se com uma pequena Torre Eiffel, carrosséis com duendes, cavalos, abóboras mágicas, Mickey’s e Minnie’s, Patetas e elefantes voadores, bem como um Bosque Encantado repleto de árvores reais e fictícias entre as quais serpenteia um carril por onde passa um comboio mágico. A Aldeia Medieval surge entre brumas revelando um mundo de cavaleiros e donzelas, e aqui sobressai um Castelo Medieval assustador e uma Torre de Princesa de encantar.

Na Estação dos Carvalhais apanhe o comboio até um mundo perdido repleto de gigantescos dinossauros e pequenas cascatas, seguindo depois pelo Far-west e terminando na Aldeia dos Anões. A Roda Panorâmica, no ponto mais alto do parque, permite-lhe desfrutar de uma magnífica paisagem sobre o Magikland e a cidade de Penafiel.

No Refúgio dos Piratas está ancorado um Galeão Pirata com mistérios e aventuras para os mais intrépidos. E no Far-West a vertiginosa Montanha Mágica domina, bem como a Aldeia dos Índios Selvagens, e o Rio Bravo que promete refrescar todos nos dias mais quentes.
Está pois garantida a diversão e horas infinitas de alegria em família.

Outros parques no Norte
• Parque Aquático de Amarante
• WaterPark Gerês, Caniçada
• Pena Aventura Park, Ribeira de Pena

Inês Gromicho, publicado na edição 321 da Ambitur.