Secretaria de Estado do Turismo garante que não existe atraso nos concursos de concessão de casinos

Secretaria de Estado do Turismo garante que não existe atraso nos concursos de concessão de casinos

Categoria Business, Empresas

No seguimento de uma notícia publicada na edição do jornal Público de ontem, dia 6 de maio, que afirmava que as concessões para a exploração dos casinos do Estoril e de Lisboa, bem como da Figueira da Foz, terminariam a 31 de dezembro de 2020 mas que os concursos públicos internacionais ainda não teriam sido lançados, podendo pôr em causa a atividade operacional dos casinos, a secretaria de Estado do Turismo emitiu um comunicado garantindo que “não existe qualquer atraso nos concursos relativos às concessões de casinos, uma vez que as primeiras concessões terminam no prazo de um ano e oito meses”.

A nota adianta que se prevê que os concursos públicos internacionais a lançar tenham uma duração de seis meses.

E esclarece que o prazo das concessões de casinos em vigor termina em:
– 31 de dezembro de 2020 (Estoril – que inclui Lisboa – e Figueira da Foz);
– 31 de dezembro de 2023 (Póvoa de Varzim, Espinho, Portimão, Vilamoura e Monte Gordo);
– 31 de dezembro de 2032 (Tróia e Chaves).

“Os concursos estão a ser preparados, estando a ser cumprido o calendário previsto para o seu lançamento atempado, não existindo qualquer atraso na programação”, sublinha.