Secretária de Estado do Turismo visita projetos inovadores no Ribatejo e Alentejo

Secretária de Estado do Turismo visita projetos inovadores no Ribatejo e Alentejo

Categoria Advisor, Associativismo

Várias ofertas diferenciadoras e alguns dos muitos projetos inovadores que estão a ser implementados pela Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e Ribatejo, em parceria com agentes públicos e privados, integraram o roteiro, que terminou esta terça-feira, da secretária de Estado do Turismo, Rita Marques.

De acordo com o comunicado enviado pelo Gabinete do Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Rita Marques está a realizar um conjunto de visitas por todo o país para contactar com entidades públicas e privadas, incluindo empresários e empreendedores, do setor do Turismo e conhecer os segmentos de oferta mais diferenciados, que permitem fortalecer a estratégia de desenvolvimento de cada território.

“Através destas deslocações contacto com apostas de sucesso que permitem firmar a nossa estratégia para o setor do Turismo. Precisamos de diversificar, desconcentrar, diminuir a sazonalidade e afirmar a nossa oferta para 365 dias por ano e para todo o território português”, afirmou a governante que congratulou a ERT do Alentejo e do Alentejo por esta  “oportunidade de conhecer um conjunto significativo de novos projetos  e, sobretudo, de pessoas que se dedicam diariamente a construir e a manter uma oferta viva e motivadora para os novos caminhos que estamos em conjunto a trilhar”.

A agenda incluiu uma visita a Alter do Chão, a um conjunto de imóveis concessionados ao abrigo do Programa Revive, bem como a unidades hoteleiras de referência, recentemente inauguradas. As deslocações permitiram à secretária de Estado do Turismo “abordar as temáticas da sustentabilidade e a necessidade da oferta do turismo se diferenciar e, assim, atrair e fixar visitantes, que usufruam das novas realidades de lazer, de cultura e de desporto, ao mesmo tempo, que desfrutam do património natural do Alentejo e do Ribatejo”, pode ler-se na mesma nota. Para Rita Marques é “fundamental o conhecimento do território para que se possa potenciar o trabalho em rede e desenvolver e implementar projetos que permitam elevar a qualidade e a promoção dos destinos”.

Depois destes dois dias no Alentejo, a governante concluiu que a região tem um leque de oferta para todo o ano e uma estratégia de desenhar e apresentar novas experiências e novos produtos amparados na sustentabilidade e nas preocupações ambientais.